This story is unavailable.

Sobre a música, o engraçado foi ele mesmo ter que frisar suas palavras (em seu DVD/CD, acho): eu quero você, como (do jeito que) eu quero”. Pois muitos liam: ‘eu quero você, (ah, meu deus, nossa, quanto…) eu quero”.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.