Fiscalização noturna é aprovada por comerciantes e consumidores em Contagem

O alvo dos fiscais da Vigilância Sanitária são pizzarias, restaurantes, bares e trailers

Quem aproveitou a noite nas pizzarias da Avenida Olímpio Garcia (Av. Norte e Sul), no bairro Eldorado, percebeu um movimento diferente. Fiscais da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde de Contagem realizaram fiscalização em estabelecimentos da região. Este tipo de ação estava suspensa há 15 anos no município.

A fiscalização dos estabelecimentos noturnos tem como alvo pizzarias, restaurantes, bares, trailers, e é realizada com o apoio da Guarda Municipal.

Em um dos locais fiscalizados, os inspetores da saúde encontraram irregularidades em alimentos processados e in natura como armazenamento incorreto, fora da validade e até deteriorados com mofo e fungos. “Todos os alimentos encontrados em desacordo com as regras foram inutilizados. O proprietário foi informado, por meio de um termo da vigilância, para que em um prazo de 30 dias faça as adequações necessárias na cozinha”, explicou o inspetor da Saúde Municipal, Eugênio Rodrigues.

Agentes repassam informações aos comerciantes sobre a maneira adequada de manipular alimentos.

“Eu fui pego de surpresa, mas tenho certeza que uma ação como essa é importante para nós, comerciantes, e também para o público. Eles apontaram algumas mudanças que preciso fazer, e sobre as quais eu não tinha conhecimento”, avaliou o empresário, Vanilson Batista Ramalho, que atua no local há 12 anos.

Para o gerente da pizzaria, Maxwell Gomes, a fiscalização é sempre bem-vinda. “A presença dos fiscais é fundamental. Hoje com o escândalo da carne, é importante que o consumidor tenha a garantia do que está consumindo e de como são preparados os pratos. Ações como essas são ótimas para o estabelecimento e melhor ainda para o cliente”, comentou.

Após 15 anos, a Vigilância Sanitária retoma a fiscalização no comércio em Contagem.

O diretor da Vigilância Sanitária Municipal de Contagem, Marcílio Alves dos Santos, informou que essas ações noturnas têm como primeiro objetivo sensibilizar, educar e se necessário inutilizar alimentos, processados ou in natura, que estejam fora dos padrões estabelecidos pela lei. “Em uma segunda ação vamos notificar e se persistir as situações irregulares, os comerciantes serão multados e até proibidos de comercializar os alimentos”, explicou.

O supervisor de vendas, Ademilson Lima Justino, que tomava um chopp enquanto assistia ao jogo da seleção brasileira assegurou que esta “é uma ação positiva e que deve ser feita com frequência. É importante que o comerciante tenha sempre essa preocupação com a questão da higiene na cozinha e com os alimentos que serão servidos”.

Informações e adequação na qualidade do atendimento ao público Contagense

A fiscalização dos estabelecimentos noturnos tem como alvo pizzarias, restaurantes, bares, trailers, e é realizada com o apoio da Guarda Municipal. Na última sexta-feira, dia 24, e sábado, 25, os fiscais voltaram às ruas.

Data: 24/03/2017

Repórter: Jefferson Lorentz- Ascom/ SMS

Fotos: Adelcio R. Barbosa- Ascom/SMS