Câncer de mama: é bom você saber

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres de todo o mundo, incluindo as brasileiras, depois do de pele não melanoma. Entretanto, ele acomete homens também, representando 1% do total de casos da doença. Geralmente, começa como um tumor nas células da mama, podendo aparecer na região das axilas e em outros órgãos (metástase).

Dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva, o Inca, apontam como estimativa cerca de 58 mil novos casos da doença em 2016. Apesar do grande índice de cura, principalmente quando diagnosticado precocemente, o câncer de mama chega a matar mais de 14 mil num ano. Em 2014, 14.786 pessoas foram a óbito por causa da doença — destas 161 eram homens e 14.625 eram mulheres.

Causas

Não existe uma causa única para o surgimento do câncer de mama, podendo ser causado por diversos fatores combinados ou isolados.

  • Idade - é um dos principais fatores que aumentam os riscos de desenvolver a doença, isso pelo acúmulo de exposições ao longo da vida, bem como as alterações biológicas causadas pelo envelhecimento.
  • Comportamento e ambientes - o estilo de vida está associado ao desenvolvimento da doença. Hábitos como sedentarismo, tabagismo e ingestão frequente de bebidas alcoólicas entram na lista. Também contribui para a evolução do câncer de mama, a excessiva exposição à radiação ionizante, encontrada em aparelhos de raio-x, por exemplo.
  • Endócrinos ou reprodutivo - referem-se ao estímulo do hormônio estrogênio produzido pelo próprio organismo ou consumido por meio do uso continuado de substâncias com esse hormônio. Esses fatores incluem: história de menarca precoce; menopausa tardia; primeira gravidez após os 30 anos; não ter tido filhos; e uso de contraceptivos orais e de terapia de reposição hormonal pós-menopausa, especialmente se por tempo prolongado.
  • Genéticos ou hereditários - estão relacionado à mutação de determinados genes da família. Mulheres com casos de câncer de mama em familiares consanguíneos, especialmente em idade jovem; de câncer de ovário ou de câncer de mama em homem, podem ter predisposição genética e elevando o risco de desenvolver a doença.

Detecção

É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias. As mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica ao identificarem alterações persistentes nas mamas.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos

Saiba mais sobre as recomendações do INCA em relação à detecção da doença.

Direitos

SUS — As mulheres têm o direito de realizar gratuitamente a mamografia pelo Sistema Único de Saúde — SUS .

A partir da inclusão da doença no prontuário do paciente, seu tratamento pela rede pública deverá começar em no máximo 60 dias. Seja para a realização de cirurgia ou para iniciar as sessões de quimioterapia ou radioterapia.

É garantida, também, a reconstrução da mama totalmente gratuita pelo SUS, podendo ser realizada durante a intervenção cirúrgica para tratamento da doença. Um projeto de lei em tramitação no Senado quer garantir que a reconstrução seja feita nas duas mamas, para garantir a simetria e reconstrução de auréolas e mamilos.

Plano de saúde — O plano/seguro saúde deve cobrir exames de controle da evolução da doença e fornecer medicamentos, anestésicos e outros materiais, assim como sessões de quimioterapia e radioterapia, durante todo o período de internação da pessoa com câncer.

Veja mais informações sobre direitos legais.

Like what you read? Give Senado Federal a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.