Conversa com uma amante

Ela estava saindo com um cara casado e a esposa descobriu.

Os amigos (alguns em comum) estão apoiando o casal para que se reconciliem. Ela virou a "puta" renegada por todos. O cara pediu pra ela se afastar. Ela começou a pensar em tudo o que estão falando e ficou mal. Me escreveu pedindo ajuda, queria um vídeo que a fizesse se sentir melhor. Aqui um trecho da nossa conversa:

-Hoje acordei com vontade de sumir, desaparecer (…) Hoje só queria um vídeo ou texto seu que me dissesse algo que não fizesse me sentir a puta que não vale ou não significa nada. Hoje só queria poder me sentir limpa e digna de estar entre todos (…) ainda que você também me julgue mal e a puta.

-O mais lindo que eu posso te dizer é que você escolheu e sabia que é uma escolha que pode gerar sofrimento em algum momento, ele chegou. No lugar de dizer pra si mesma “Sua doida, como foi fazer isso com a gente?” Você pode se pegar no colo e falar algo do tipo “Você é foda. Conseguiu se entregar a alguém depois de uma separação, 15 anos de casada, conseguiu curtir, brincar, gozar. Parabéns. Tamo juntas, vou cuidar de você.”

Quem tinha um compromisso, quem mentiu e enganou alguém foi ele, não foi você – essa verdade é dura mas é a verdade. Você não jurou fidelidade pra essa outra mulher, ele jurou.

A gente é puta mesmo, não importa o que aconteça. Você sempre será julgada, como a mulher dele, que agora é a que não deu atenção e o marido foi buscar outra. Fique fria que ela tá mais brava com ela do que com você.

Esse problema é dele. Se vão julgar você? Lóooooogico! É a vida!

Você faria a mesma coisa, aliás, você está fazendo a mesma coisa, está se identificando com o que podem estar dizendo porque é o que você também diz dentro de você. Você julga as mulheres, por isso se julga. Se aceitar você como você é realmente, vai ter que aceitar um monte de outras coisas, vai ter que repensar a raiva das mulheres que traíram você, vai ter que desenvolver compaixão por todas as mulheres. E a gente aprendeu que toda mulher é interesseira, a gente aprendeu a desconfiar de todas elas.

Se olhar pra você com compaixão real essa compaixão vai explodir suas certezas e te mostrar uma verdade bem difícil de ver: que você julga tudo especialmente as mulheres e por isso está com medo.

Cuide melhor das mulheres que você conhece, incentive mais, converse mais, escute mais cada uma delas e assim você estará fazendo as pazes com você mesma. Estará cuidando de você. Faça uma lista do que elas têm de qualidades. Observe que com as mulheres somos mais exigentes do que com os homens. Ele podia ter outra mulher e enganá-la e ainda assim você curtia estar com ele. O que uma mulher precisa fazer pra você admirá-la? O que você precisa fazer pra se admirar? Por que ele recebe a compaixão e o apoio dos amigos e você não? O que exigem dele e o que exigem de você? O que exigem da mulher dele?

Aproveita essa crise pra passar de fase no joguinho. Não é sempre que temos essa oportunidade! Você já conquistou tanta coisa. Tá aí firme. Viveu quase 40 sem esse cara e sem essa história. Não são seis meses de farra que vão fuder a sua vida. Muito pelo contrário.

Abração e tamo juntas!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.