A Praga em Forma de Barulho!

Por Luiz Bzg

Quem anda no rolê, sabe que é no underground onde rolam alguns dos mais variados e interessantes projetos em forma de música estranha. E a Test (SP) é uma prova viva disso!

Com uma formação inusitada e contaminada pelo peso e a velocidade do punk e do metal, o duo formado por Thiago Barata (bateria) e João Kombi (Guitarra e vocal) aporta em Maceió pela primeira vez pra cuspir seu som sujo e rápido.

Graças a um esquema colaborativo, onde uma galera paga um troco a mais no ingresso ou soma com quanto quiser e puder, a Test vem reforçar a importância de espaços na cidade onde caibam todos os tipos de manifestações sem censura ou limitação de estilos, para isso, o Quintal Cultural é cheque!

Junte agora uma dupla incansável (eu diria até securenta…haha) com sua música extrema ao local onde o hardcore mais politizado e agressivo ganha espaço por aqui na cidade, misture meia dúzia de apoiadorxs a outra meia dúzia de curiosxs , sem esperar nada muito além de: barulho, contracultura e cooperação. Tá aí a receita, sem mais. Música (?) do esgoto para seres subterrâneos, cara a cara, sem palco, olho no olho.

Pois bem, falar da Test é meio que ‘chover no molhado’, já que os caras desde sua formação surpreendem a cada lançamento e ganham espaço nos mais variados meios, desde a mídia tradicional e grandes festivais aos veículos alternativos e palcos bem mais modestos, muitas vezes na calçada (quase uma marca registrada da banda). Antes da banda, João Kombi dava uns berros a frente da Are You God?, grindcore piradão, e Barata tocou/toca em outras bandas, entre elas a DER e já tocou na Sick Terror.

A dupla já rodou a maior parte da Europa, do Brasil e voltaram a pouco de uma tour nos Estados Unidos. Já vieram outras vezes ao Nordeste e agora fazem uma sequência de datas onde tocam todos os dias da semana. Em Maceió mesmo é em uma segunda-feira, dia totalmente inusitado para o (mal) costume local de que “rolê tem que ser fim de semana”.

Da Bahia ao Ceará, entre capitais e cidades do interior a Test vai subir o mapa pra apresentar o seu mais recente álbum, Espécies, que traz uma pá de outras referências no som dos caras, mas que mantém a base da banda: grindcore e death metal. O melhor de tudo são as sacadas, onde rolam músicas em um tom mais experimental/noise/eletrônico até sons gravados junto com uma percussão, que certamente fez os ‘tr00’ entortarem o nariz.

A base continua sólida e assim a Test experimenta o quanto pode. Como no álbum anterior Arabe Macabre, as letras nesse material novo também são escritas por amigos convidados da banda, o que inclui figuras como James (Facada), Marcelo Apezzato (Hutt) além de Jair Naves, Kiko Dinucci (Metá Metá), Fernando Catatau (Cidadão Instigado) e mais uma galera. Detalhe para as gravações em diferentes estúdios.

Agora é aquecer os ouvidos pra sacar ao vivo. Se você mora em alguma das cidades por onde a banda vai passar, não deixe de assistir, por mais que você não viaje no som, a experiência promete ser irada! Segunda-feira a gente se vê no Quintal Cultural em Maceió.

Serviço:
Test (SP)
Räivä
07 de dezembro
18 horas
R$ 15
Quintal Cultural
Flyer por: J. Marcelo (Centelha Produções)

Saiba mais AQUI