Os Ovos Misteriosos no Abade

Aqui no Príncipe se, por um lado, tudo é novo, diferente e único, por outro, parece que sempre aqui estivemos. Aqui pelo Príncipe há muito para e por fazer, mas rapidamente percebemos que o pouco que aqui concretizamos se torna em alguma coisa e que, seja da maneira e intensidade que for, estamos a fazer a diferença.

Na terça-feira a tarde no Abade foi diferente para os miúdos de lá:
O Francisco e eu saímos de Santo António para realizar o Clube de Leitura III. À pendura das motas de dois voluntários locais e depois de um caminho que já por si daria tema para escrever um texto, lá chegámos e começámos a anunciar que íamos contar uma história, desafiando os miúdos a juntarem-se a nós. Com reações e abordagens variadas, reunimos cerca de 30 miúdos e, de repente, tínhamos colados a nós dezenas de olhos, ouvidos e imaginações na expectativa daquilo que íamos fazer acontecer. Admito que, para mim, no início da atividade, não foi fácil gerir essas expectativas: aquele contexto bloqueou-me a mente e encheu-me o coração de emoções com as quais não estou habituada a lidar. No entanto, o mais importante era proporcionar àqueles miúdos uma hora diferente. E assim foi… Começámos a contar a história d’”Os ovos misteriosos” e as crianças surpreenderam-nos com a atenção, o entusiasmo e a perspicácia com que nos acompanharam.
Para a semana voltamos lá para ver o que aconteceu aos ovos misteriosos.

Ana

Like what you read? Give Projeto Príncipe a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.