Em nome desse tal de amor.

Um gesto, um olhar, um sorriso. Tudo junto e misturado resumindo isso a uma única palavra: paz. Aquele sentimento de tranquilidade genuína e pura magia. Naquele momento em que todos se unem a uma só voz e clamam por piedade. Por você, pra mim, em nós. Sintonia, regalia e a culpa é minha. Só cabe a mim, só parte enfim, não é o fim. É assim, esse tal de amor…