As manhã são bonitas, lindas, mas frias, e é isso que gosto nelas. Fico a olhar para o contraste que a luz do sol faz com os ramos das árvores e acho aquilo incrivelmente bonito e simples. Gosto de andar sozinha de manhã porque assim não me tenho de preocupar em fazer com que as minhas olheiras se tornem aceitáveis à vista de alguém. Assusto todos os pombos por onde passo, mas só queria olhar para as árvores. Só queria olhar para as árvores, só queria olhar para as árvores. Não queria que as árvores olhassem para mim, só queria olhar para as árvores, só queria olhar para as árvores, só queria olhar para as árvores. Tenho aulas e tenho de me mexer, mas não quero, só quero olhar para as árvores.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.