794 Followers
·
Follow

Tema do TEDxPorto 2020: INCONVENCIONAL

A coexistência em sociedade depende da criação e adesão a convenções. Toda a civilização moderna assenta neste conceito.

As convenções — chamemos-lhes regras, regulamentos, contratos ou leis — são essenciais para as nossas vidas, do pessoal ao coletivo, das pequenas instituições às grandes empresas e governos.

Como seres humanos, é forte a necessidade inata de concordarmos na forma como nos devemos relacionar com o outro e sobre o que são, e o que não são, comportamentos aceitáveis para que todos possamos compreender-nos mutuamente e desenvolver relações pessoais benéficas e que nos preencham a todos os níveis. Sem esta base comum gera-se a desconfiança e o conflito.

Algumas destas convenções são sociais e associadas a cada cultura. A forma como falamos, como nos vestimos, o que consideramos como boa educação a cumprir e má educação a evitar, cortesia, simpatia, atos de bondade e generosidade, como dialogamos, como temos relacionamentos mais íntimos em família e amigos e a forma como tratamos pessoas que nos são estranhas. Adquirimos comportamentos diretamente da cultura da sociedade em que vivemos. Daí a importância de viajar e conviver com pessoas de outras culturas: isso ajuda-nos a pôr em causa os nossos comportamentos, relativizando-os. A nossa cultura deixa de ser a única para passar a ser uma de muitas.

Outras convenções são comerciais e institucionais. Por exemplo, produtos e serviços devem seguir normas de segurança e usabilidade. Mesmo os conceitos que introduzem inovação disruptiva não vivem em isolamento; integram um contexto existente com que têm de se relacionar. Este conjunto de convenções confere estabilidade, conforto, segurança e um sentimento de familiaridade.

Acordos entre instituições — por exemplo, através de contratos — permitem cooperação que atravessa fronteiras e potenciam a criação de valor numa escala que pode beneficiar todos os envolvidos. Com uma linguagem e uma base de trabalho comuns criamos uma consistência e previsibilidade que nos permite focar em atividades produtivas e assim criar riqueza.

E, no entanto, nem sempre a existência e adesão a estas regras é a melhor opção.

O excesso de regras impede ou atrasa o surgimento de conceitos melhores. Fugir às regras, standards e expectativas é o primeiro requisito para criar o espaço que a criatividade e inovação precisam para respirar e existir. Procurar soluções nunca encontradas, talvez porque nunca tenham sido procuradas, porque nunca tinham sido sequer sentidas como possível. É por isso importante dar oportunidade e abertura a novas soluções, adotar e aceitar novos comportamentos em outras pessoas, garantindo assim o desenvolvimento da nossa sociedade.

Talvez seja por isso a palavra convencional já tenha uma conotação negativa, denotando o que é antiquado, corrente, habitual, conhecido, sem qualquer surpresa.

Quando alguém põe em causa convenções sociais pela decisão de não as seguir cria fraturas, confusão e incerteza em ‘quem fica’. Talvez esse seja precisamente um dos objetivos. A alteração de padrões de comportamento das nossas vidas pessoais, sociais, do trabalho, da nossa afirmação individual e sexual, da nossa relação com o meio ambiente, e da forma como consumimos ou decidimos não consumir, é um exemplo claro destas forças em ação, sem nunca atingir qualquer equilíbrio. E é daqui que vem a nossa percepção que a nossa sociedade está em evolução crescente e imparável, extravasando gerações.

George Bernard Shaw, dramaturgo irlandês, afirmou:

“The reasonable man adapts himself to the world; the unreasonable one persists in trying to adapt the world to himself. Therefore, all progress depends on the unreasonable man.”

Image for post
Image for post
George Bernard Shaw em 1914.

Acreditamos que é o momento de mudarmos esta classificação de ‘irrazoável’para ‘inconvencional’, até que nos pareça mais familiar e aceitável.

Para esta edição do TEDxPorto vamos trazer a este palco ideias e projetos que saiam fora das regras estabelecidas. Que ponham em causa as convenções, hábitos, regras e o estado da arte. Que rompam, rumo à incerteza e ao desconhecido.

Os bilhetes para o TEDxPorto estarão abertos para venda livre a partir do dia 14 de novembro.

Os inconvencionais sapatos do TEDxPorto!
Os inconvencionais sapatos do TEDxPorto!
Os inconvencionais sapatos do TEDxPorto!

TEDx

O TEDxPorto é uma conferência TEDx organizada por uma equipa local e de forma independente, e que reúne pessoas numa partilha de conceitos, ideias e experiências entusiasmantes e que motivam a intervenção humana na comunidade portuense. O TEDxPorto realiza-se anualmente desde 2010 e é já um evento de relevo nacional, tendo tido sempre, desde a sua primeira edição, casa cheia e oradores de renome nacional e internacional.

Sobre TEDx, x = evento organizado de forma independente

No espírito das ideias que vale a pena partilhar, TEDx é um programa de eventos locais e auto-organizados que reúnem pessoas para partilhar uma experiência semelhante ao TED. Num evento TEDx, vídeos com TED Talks e oradores ao vivo são combinados para iniciar ligações e discussões profundas. Estes eventos auto-organizados são denominados TEDx, onde x = evento TED organizado de forma independente. A Conferência TED providencia apoio geral ao programa TEDx mas os eventos TEDx são auto-organizados. (Sujeito a certas regras e regulamentos.)

Written by

TEDxPorto is a local and self-organized event that brings people together to share a TED-like experience.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store