Desperto

Dos gritos dos oradores, aprendi a calar-me
Vendo a maldade dos violentos, aprendi a pacificar-me
Observando a intolerância dos ignorantes, aprendi a educar-me
Presenciando o ódio dos fanáticos, aprendi a amar-me
Testemunhando a injustiça de ditadores, aprendi a libertar-me
Olhando a escuridão dos pecadores, aprendi a iluminar-me. 
(Tadany — 22 05 15)

PS: Para citar este Poema:
Cargnin dos Santos, Tadany. Ex Animo — N° 65. www.tadany.com®

#poema #espiritualidade #sabedoria #vida #paz #luz #arte #poesia#liberdade #amor