1095 dias.

26.280 horas.

1.576.800 minutos.

3 anos.

E com todo esse tempo, da tempo de fazer maratona Eu, a patroa e as crianças e Downton Abbey. Ou, enquanto eu durmo assistir Better call Saul e Game of thrones, porque como você mesmo diz eu sou chata pra assistir.

Sobra tempo pra jogar jogos, os teus e os meus.

Dançar.

Dá tempo de ser assaltado e recuperar tudo de volta.

Tivemos tempo pra aprender a comer sushi. Saber comer no hotel chike, mas também bater aquela feijuca.

Dá tempo pra assistir todos os programas do GNT reclamar que eu só assisto GNT mas no final se pegar curtindo e comentado o doce delícia que a Rainha da Cocada fez.

Deu tempo pra saber que a gente é uma ótima equipe. Mas boa mesmo. Daquelas que comemora quando ganha o jogo, mas também se abraça e chora quando não dá certo.

Deu tempo pra brigar por coisas bobas, e fazer as pazes 5 minutos depois, porque a gente não vive longe. Não adianta.

Juntos.

E é assim que quero estar, pra sempre, mudando as cores das paredes, comprando posters, pinheirinho e cachorro.

Pagando remédio pra desconhecidos na farmácia, abraçando pessoas no mercado. Orando.

Pensando em coisas diferentes pra fazer no QG. Passando vergonha qndo alguém erra o batuque da batera ou entrar em colapso quando vai fazer abertura de evento.

Viajando, tentando cantar músicas em inglês, fazendo freela e passando roupa.

Obrigado por esses 3 anos.

Vejo a gente daqui 50 anos: você passando na minha frente no sofá, eu te chutando a bunda.

Te amo.