Triângulo amoroso entre Giovanni, Bruna e Camila ganha fôlego e destaca atores em Haja Coração

Haja Coração vem se mostrando um sucesso e garantindo boa audiência para a faixa das sete. Assinada por Daniel Ortiz, a novela, baseada em Sassaricando (1987–88), reúne bons elementos e consegue divertir. Mas há um núcleo em especial que chama a atenção: é o triângulo amoroso entre Giovanni (Jayme Matarazzo), Camila (Agatha Moreira) e Bruna (Fernanda Vasconcellos).

Giovanni é irmão da protagonista Tancinha (Mariana Ximenes) e esteve por dois anos na prisão, acusado de um crime que não cometeu: a explosão do Grand Bazzar, a loja pertencente à família Abdala. O rapaz acusa Camila, filha de Lucrécia (Cláudia Jimenez) e Agilson (Marcelo Médici) e sobrinha de Teodora (Grace Gianoukas), uma jovem voluntariosa e mimada, de ter dado um depoimento o incriminando.

Com a passagem do tempo, Giovanni deixa a prisão, graças aos esforços de Bruna, advogada dos Abdala, que arrisca o emprego para salvar o amor de sua vida. Porém, durante um acidente em virtude de um sequestro, Camila perde a memória. Este acidente é o ponto de partida para que uma história de amor entre os dois se construa, uma vez que, diante de uma nova realidade, a garota quer se afastar de vez do passado e ser uma pessoa mais gentil, contando com a ajuda do rapaz para isto. Este romance minará de vez a relação de Giovanni com Bruna, que descobre que foi trocada pela garota que o jogou na cadeia e, inconformada, agirá para que este novo casal não seja feliz. E, ao longo do tempo, Camila dá sinais de que sua memória estará voltando, o que também pode ser um complicador para esta história de amor.

Embora o par não seja exatamente um casal arrebatador, Agatha Moreira e Jayme Matarazzo têm boa sintonia em cena. A atriz tem feito boas cenas tanto nos momentos em que Camila se mostra grosseira, nos primeiros capítulos, quanto nas sequências em que ela evita ao máximo lembrar-se de seu passado, ainda que se depare com lapsos que retomem estas memórias. Jayme, por sua vez, também convence em cena, apesar de interpretar mais um jovem revoltado e inseguro, o que é uma constante em sua carreira.

Porém, deve-se fazer um destaque especial para Fernanda Vasconcellos. A talentosa atriz, com uma carreira marcada por papeis de mocinhas (como as recentes Ana, de A Vida da Gente (2011–12); e Malu, de Sangue Bom (2013)), tem nas mãos a primeira vilã de sua carreira e, assim que Bruna descobre o romance de Giovanni e Camila, ganhou um merecido destaque, protagonizando ótimas cenas com Jayme e Agatha. A personagem se mostra capaz de manipular friamente o casal um contra o outro, em virtude da rejeição que aos poucos vai se transformando em ódio. Estas sequências valorizaram ainda mais o talento de Fernanda, que já de algum tempo merecia um papel diferenciado como este.

Com este conjunto de acertos, o triângulo formado entre os personagens mostra-se um dos maiores pontos positivos de “Haja Coração”, podendo inclusive ser considerado a melhor trama da novela — uma vez que outros núcleos podem ganhar ou perder força conforme o desenvolvimento da trama, como é o caso de Tancinha (Mariana Ximenes), que se torna mais atrativa ao lado de Beto (João Baldasserini), mas perde força ao lado do cansativo Apolo (Malvino Salvador). Mais situações vêm por aí, conforme Camila vai retomando sua memória e Bruna vai agindo para separar os dois. E estas situações irão render mais boas cenas para Jayme Matarazzo e especialmente Agatha Moreira e Fernanda Vasconcellos. Eles merecem.

Like what you read? Give Thallys Bruno a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.