TheBridge.social Entrevista:

Bruno Nakano / Designer
@LeoBurnett, Sydney


Bruno Nakano Designer @LeoBurnett Austrália.

Conheça o designer Brasileiro que vem ganhando prêmios e encantando o mundo com seu pensamento criativo fora da caixa.

[The Bridge] Qual foi seu primeiro passo para conseguir uma oportunidade de trabalho fora do Brasil? Estudou fora, foi transferido daqui pra Austrália pelo trabalho ou correu atrás de outra maneira?

Eu saí do Brasil em 2010. Fui fazer um freela de 3 meses na Leo Burnett de Madrid e acabei ficando por lá até 2013. Depois, vim pra Sydney e estou aqui desde então.

O primeiro passo pra conseguir algo no exterior é não pensar muito. Eu acho que planejar demais só atrapalha. Tem nego que fica esperando a oportunidade perfeita e acaba ficando no mesmo lugar.

[The Bridge] Há quanto tempo mora aí? Como foi sua adaptação na nova cidade e no trabalho? Encontrou alguma dificuldade?

Tô em Sydney já faz quase dois anos e ainda não me adaptei completamente.

Não entendo um monte de piada, não conheço o Tony Ramos ou o Roberto Carlos local e por mais que digam que não, rugby e aussie football pra mim é igual. Tudo isso pode parecer bobagem, mas não entender pequenas coisas da cultura local dificulta pra caramba.

Por outro lado, eu tento fazer um trabalho mais direto, com insights mais simples e rápidos. Ideias que podem ser entendidas aqui ou em qualquer lugar.

[The Bridge] Que conselho você daria a um criativo brasileiro que tem vontade de morar e trabalhar fora do Brasil?

Vai fundo e não esquece de ter um portfólio em inglês. E isso não é apenas traduzir todos os trabalhos, e sim, deixar de lado aquilo que só funciona localmente.

Ah, e se for vir pra Sydney, não esquece do casaco. Aqui também faz frio no inverno.

[The Bridge] Sobre o projeto que te levou ao prêmio, como você acha que o design contribuiu para o sucesso dele?

Na verdade não foi um projeto. O One Show — One to Watch reconhece os 15 melhores criativos com menos de 30 ao redor do mundo a partir do portfólio pessoal de cada um.

[The Bridge] Onde/como você busca inspiração para os seus jobs? Sugere algum site, rede social para os criativos?

Eu não tenho UMA fonte de inspiração, tudo depende do problema e de como é preciso resolvê-lo.

Pelo menos pra mim, inspiração não vem do nada. Comigo só funciona trabalhando muito. Esse negocio de ter uma ideia tomando banho ou fazendo xixi só rola se estou com o briefing martelando na cabeça.

Ah, e não existe inspiração maior do que trabalhar ao lado de gente boa.

Aprender com elas e construir um critério.

[FIM]

Saiba mais sobre Bruno Nakano:

Site pessoal: www.8cinco.net

Algumas campanhas: