Gabrielle Andersen, a atleta mais famosa da história olímpica

Tenho várias lembranças das olimpíadas, mas uma especialmente me emocionou, pelo esforço, pelo drama de Gabrielle Andersen ao completar a maratona de Los Angeles de 1984. Ná época só curtia o basquete, futebol, vôlei e o resto achava uma chatice. Isso mudou quando assisti essa atleta tentando completar a prova.

Ela estava completamente acabada, boné de lado pingando de tanto suor em um sol de lascar, típico da California. Ela não ganhou nada, nenhum prêmio mas com certeza foi o momento mais sensacional da história das olimpíadas.

Abaixo um vídeo que ela descreve a chegada, está em inglês mas é o único vídeo com boa qualidade do Youtube. Acho que nem precisa saber muito inglês para entender essa guerreira.

gabriele-andersen-com-sua-bicicleta-em-sun-valley-em-idaho-eua-1469834210300_v2_450x450

Hoje, aos 71 anos, ela compete no mountain bike e no esqui alpino (cross country e snowboard), além de ter trabalhado anonimamente durante anos como florista e instrutora de esportes de neve num isolado recanto para turistas, com menos de 2 mil habitantes, numa das mais remotas regiões do noroeste dos EUA. Casada com um americano, Gabriele instalou-se em Sun Valley, em Idaho, que atrai multidões no inverno congelante.


Leia mais em Total Idade.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.