5 cuidados na criação de um formulário

Faz um tempo que venho me perguntando sobre a maneira que desenhamos os formulários de contato e muitas vezes usamos sites de referência que apresentam sempre uma convenção de informações. Mas será que realmente precisamos de todas essas informações? Será que os usuários ficam confortáveis em preencher este tipo de informação?

Com todas as mudanças de comportamentos que tivemos ao longo destes anos, não é possível que as pessoas ainda não pararam para pensar sobre o campo de número de telefone, encontrado em quase todos os formulários de contato. Afinal de contas, quantas pessoas hoje em dia ainda faz uma ligação? Quem gosta de receber telefonemas e atender no meio de um trabalho?

Tá na hora de nós designers repensarmos a maneira que construimos nossos formulários, precisamos parar de reproduzir coisas que encontramos em sites de referências sem pensarmos se aquilo é útil ou é agradável para quem está preenchendo.

Isto não é tão difícil, porque afinal de contas, nós mesmo somos os usuários e não gostamos de colocar nosso telefone em qualquer site.

Por conta disso andei pesquisando muito e acabei encontrando um artigo que reune 5 itens para pensarmos antes de construirmos os formulários e o melhor, todos baseados em pesquisas (U-HU). Bora?

La vai:

1. Use o formulário em apenas uma coluna

Um estudo recente de eye tracking conduzido por pesquisadores da Suíça e apoiado pelo Google, propôs um teste de um conjunto de 20 tipos diferentes de formulários.

Aqui estão os 3 itens relevantes retirado desta pesquisa:

  • Para ajudar o usuário a responder mais rápido o formulário, você deve posicionar os títulos sobre o campo correspondente;
  • Você nunca deve dividir o formulário em mais de uma coluna — é melhor usar apenas um item por linha;
  • Mascare o campo para a quantidade de caracteres desejada para a resposta;

2. Foque em 3 campos

Um estudo do Quicksprout’s infographic mostrou que o limite de campos em um formulário de contato pode influenciar no resultado da taxa de conversão. Incluindo apenas três campos garante pelo menos 25%. Adicionar apenas um campo a mais pode diminuir esta média.

Um outro estudo realizado pela HubSpot, analisou 40,000 formulários e concluiu que reduzindo o número de campos de 4 para 3 pode trazer aproximadamente 50% de melhoria da taxa de conversão.

3. Mate o captcha

O captcha é o anti-spam mais usado em formulários de contatos. Uma pesquisa recente concluiu que captchas tem um impacto negativo na taxa de conversão. Companhias que usam estes captchas irão perder algo em torno de 3,2% de toda a conversão dos formulários.

Quando construir o seu formulário, você irá se deparar com um problema de equilibrar a segurança e a usabilidade. A maioria dos captchas são irritantes porque as imagens são algumas vezes impossíveis de decifrar.

Se você quiser evitar spams, mas também deseja aumentar a sua taxa de conversão você precisa de um formulário de contato sem Spam e como fazer isso? Você pode estudar um pouco de HTML e JavaScript.

4. Não peça para o usuário “enviar”

Uma pesquisa realizada pela Hubspot deixou claro que chamar o botão de “enviar” tem um impacto negativo na taxa de conversão. Ir pelo caminho óbvio irá custar 3% da taxa de conversão.

Escrever “enviar” no botão não é original, é genérico e não inspira ninguém a preencher o formulário. Seu botão de enviar deve lembrar o usuário do motivo pelo qual ele está preenchendo aquelas informações.

A mensagem dependerá do objetivo do seu formulário. Por exemplo, “Pegue uma versão demo” ou “Adquira seu orçamento gratuito” irá fazer sentido em certos contextos para motivar os usuários a enviar seus dados.

5. Não peça os dados de telefone

Perguntar pelo número de telefone é um dos erros mais comuns de formulários. A Hubspot descobriu que o campo de telefone conduz a maioria da taxa de abandono de preenchimento.

Não é apenas adicionar um campo extra, mas é basear em uma errada presunção que os usuários estão acostumados em compartilhar seus dados pessoais como o número de telefone. Ninguém quer o seu dia interrompido por uma pessoa persistente do telemarketing. Ao invés disso, pergunte pelo endereço de e-mail que permite a ele responder quando for conveniente.

Se você precisar perguntar pelo seu telefone, você poderá adicionar este campo, mas só se você marcar como opcional. Um estudo feito pela ClickTale encontrou que marcar o campo de telefone opcional diminuiu a taxa de abandono de 39% para 4%.

Texto traduzido do site UXMovement.


Por: uma arquiteta que questiona tudo e todos Ju Akemi.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.