Criminalização da dissidência na Venezuela

DEPARTAMENTO DE ESTADO DOS EUA

Gabinete da Porta-Voz

Para divulgação imediata

COMUNICADO DE HEATHER NAUERT, PORTA-VOZ

30 de agosto de 2017

Criminalização da dissidência na Venezuela

Os Estados Unidos condenam a aprovação, pela ilegítima Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, de julgamentos de oposicionistas, incluindo membros do legislativo eleitos democraticamente, sob acusações de traição e suposto envolvimento na crise econômica na Venezuela. A situação econômica da Venezuela é o resultado de políticas equivocadas e da corrupção do regime de Maduro, que tem responsabilidade direta pelo sofrimento do povo venezuelano.

Essa injustiça é apenas a mais recente em um esforço sustentado do regime de Maduro para minar a democracia, reprimir os opositores políticos e semear medo entre seus críticos. Configura mais uma ruptura da ordem constitucional na Venezuela e desafia o fato de que, nas democracias, ideias e opiniões não são crimes.

Instamos o governo da Venezuela a que faça eleições livres, justas e monitoradas internacionalmente; dissolva a Assembleia Constituinte ilegítima; respeite a constituição e as autoridades da Assembleia Nacional; providencie a libertação imediata e incondicional de todos os presos políticos e atenda às necessidades humanitárias do povo venezuelano.

###

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.