Uma cultura de corrupção (e hipocrisia)

Corrupção e Hipocrisia andam de mãos dadas

Hoje na barbearia começaram a falar sobre alguém que queria tirar habilitação (CNH), começaram a falar de “soltar uma ponta”, isto é, subornar. O irônico disso tudo é que quando um político “solta uma ponta” ou recebe eles ficam exacerbados, tornam-se paladinos da moralidade, criticam aqui e de acolá, mas na sua vida privada fazem exatamente o mesmo. Ou seja, são grandessíssimos hipócritas.

É notório que este é um problema também cultural, onde há a cultura de “solar uma ponta” não pode haver bons governos, afinal os elegidos não são um reflexo dos eleitores? Se os eleitores tem essa mentalidade como se espera que os políticos ajam? Se é que se espera alguma coisa… Os vereadores, deputados, senadores e prefeitos também foram criados dentro dessa cultura corrupta, do “jeitinho brasileiro”, eles são seres humanos, tem todas nossas falibilidades, sofrem a influencia do meio onde vivem assim como todos nós. Criados nesse mesmo meio é mais do provável que a grande maioria continue com essas atitudes em suas vidas políticas.

Enquanto não se mudar esse meio, essa cultura da corrupção, continuaremos a ver, uma vez após a outra, estarrecedores escândalos de corrupção, que nos deixam embasbacados e nos cega para nossas próprias atitudes. Essa banalização da corrupção, transformação da corrupção em algo natural é um câncer para qualquer sociedade, que vai se alastrando por todos os tecidos sociais até não restar mais nenhum sadio. O tratamento que temos que fazer é em nossa cultura, em nossa forma de educar as gerações futuras, só assim podemos esperar que algo realmente mude. Em vez de praguejar contra estee ou aquele partido deve-se fazer um esforço conjunto para um bem maior, mas esse objetivo fica parado na luta de egos que virou a política brasileira.

Para terminar vou deixar uma paródia que ilustra bem o que tentei falar:

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Uelbert Alves’s story.