Convivendo com quem discorda de mim
Aline Castro
283

Aristóteles ficaria orgulhoso do teu texto pois reacende o principal aspecto da política: o diálogo entre discordantes para um acordo em comum.

PS: Você assistiu recentemente a palestra do Cortella sobre “não confiar nos concordantes plenos e receber bem os discordantes”?