E SE TODAS AS IDEIAS BURRAS FOSSEM POSTAS EM PRÁTICA?

Nesta minha longa e sádica opção de lazer denominada “debatedor de política online” já vi muitos argumentos tão estapafúrdios que acho que o esforços destes idiotas honestos (do grego, idiotées) deveria valer uma menção honrosa de demérito. Penso que eles deveriam uma chance de pensarem sobre como seria se todas suas soluções burras fossem aceitas e postas em prática, como seria o Day After?

  • BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO

-Ao ler repetidas vezes a frase “100% dos bandidos mortos não cometeram mais nenhum crime reincidente” eu logo penso “100% dos crimes cometidos após a morte deste não forma evitados com a pena de morte” mas como explicar que é mais inteligente e útil evitar que pessoas se tornem bandidos ao invés de tentar enxugar o mar com um pano de chão? Faltaria cemitério para tantos bandidos e vítimas mortas, num loop infinito.

  • MULHERES QUE ABORTAM DEVERIAM SER PRESAS OU MORTAS

-Semanas após aquele triste atentado terrorista na clínica de saúde feminina dos EUA, ainda existem pessoas apoiando a ação do assassino que “matava mães grávidas para evitar que matassem os fetos”. O cara decide matar em dobro (mãe e bebê) para evitar que se matasse no aborto regularizado… As clínicas de aborto cobrariam mais caro pela “taxa de privacidade plus” ou denunciaram aos linchadores públicos sempre dispostos a matar em nome dos valores que desconhecem, mas consideram cristãos graças ao pastor de burros.

  • ANARCOCAPITALISMO TORNARIA TODOS RICOS

-Esse pelo menos não envolve violência, apenas humor e consultas ao psicólogo. Se o estado deixasse de regular a economia e o corpo jurídico nada seria oficial, nem a propriedade privada. Imagine cada um decretando que sua nota de Real vale 5 dólares e obrigando os outros países a aceitarem, ou inventando sua própria moeda independente. E a bolsa de valores operando via conveniência e sem lastro, como BitCoins.

  • CUBA É UMA DITADURA DO BEM.

-Não sei onde se pode colocar que uma ditadura é boa, sendo que todas suas liberdades são removidas e você pode ser morto por simplesmente discordar, mas há quem realmente pense nisso, esquecendo que se ele vivesse nessa ditadura não teria a chance de dizê-lo, mas tentaria fugir do país via balsa ou como atleta esperando uma brecha num evento internacional.

  • A DITADURA NO BRASIL DEVERIA VOLTAR

-Isso sim mereceria uma CPI do MEC, pois como que pessoas com este pensamento têm diploma de 2º grau? Alguns acéfalos funcionais acreditam mesmo que os mesmos militares que perseguiam intelectuais e resumiu o Brasil em corrupção e safardanagem seria solucionadores do problema que se configura em cada eleitorcedor que acredita na solução por meio da violência. Eles mesmo seriam os primeiros a pedir “intervenção constitucional” após terem sua internet removida, livros e programas de TV censurados e fôssemos limitados de novo entre pornoxanxada e jovem guarda.

  • A MERITOCRACIA LIBERAL SEPARA BANDIDOS DE TRABALHADORES

-Seria interessante se todos nascêssemos com as mesmas oportunidades, mas não é a questão dentro do mundo real. Se a meritocracia liberal fosse seguida todos os pobres se tornariam bárbaros violentos em busca de sobrevivência à força pois sem programas sociais e serviços públicos gratuitos eles estariam abandonados à própria sorte e o mercado ficaria sem trabalhadores, quebrando logo em seguida. Não há “deus mercado” que abençoe…

  • PORTE DE ARMA PARA CIDADÃOS DE BEM

-Partindo do pressuposto que cidadãos de bem são todos que não são criminosos e sim trabalhadores heterossexuais tementes a deus, me pergunto como seria se cada um desses cidadãos exemplares, que não conseguem dirigir do ponto A ao ponto B sem deixar o rastro de 45 mil mortes anuais no trânsito, com a chance de portar uma ferramenta que só serve para matar? Seria como a epidemia de crimes dos EUA ou como já é no interior do Brasil?

Existem outras ideias burras que seriam trágicas se fossem implantadas mas comecemos com estas, as mais protegidas ultimamente pelos extremistas de ambos “lados políticos”, muitas já deram errado e estão sendo revistas, vide Cuba e EUA.

Dica pessoal: se não faz sentido, ignore ou deboche.