Prazer.

Sabe o que eu quero agora?

Sentir as tuas mãos pelo meu corpo. Sentir a tua barba deslizando sobre minha pele. 
Viver dos nossos beijos quentes, das nossas almas em uma conexão única.
Dos gritos de prazer que tu me causas com tua língua. 
Das mordidas em minhas nádegas.
E ao te ver enlouquecendo sob o poder da minha boca, delirando ao segurar firme os lençóis, te amando durante o ato e por fim, saber que tu me amaste esta noite.


Esta é a primeira vez que escrevo um texto como este. E isso me parece tão gostoso de fazer que, pretendo transformar desse evento algo continuo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.