Comerciais de cerveja e os closes certos

Padrões de beleza são por natureza opressores. Eles atuam de forma a moldar subjetividades, condicionando comportamentos. A boa notícia é que estamos caminhando para um cenário cada vez mais plural e aberto às diferenças.

Tome-se por exemplo a guinada maravilhosa que estamos experimentando no Brasil com relação às propagandas de cerveja. Os closes certos estão cada vez mais presentes em um nicho que até pouco tempo (bem pouco tempo mesmo) era dominado pelo mais descarado machismo.

Claro, o panorama geral continua preocupante. Mas finalmente parece que estamos entendendo, enquanto sociedade, que as pessoas devem ser tratadas sempre com dignidade, jamais como produtos.

Boa parte do mérito por esse desenvolvimento deve ser dado ao movimento feminista, que apesar de ser bombardeado constantemente por críticas das mais infundadas, permanece forte no objetivo de construir uma sociedade mais igualitária. Que os closes certos continuem!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.