eleitores mais pobres muito provavelmente têm comportamento eleitoral distinto dependendo da região em que vivem.
Fronteiras e rincões: problemas de geografia política brasileira
Vinícius de Melo Justo
103

Pesquisas raramente apresentam cruzamentos de dados que permitam verificar isso, mas resultados eleitorais em regiões e municípios comparáveis em termos de renda e escolaridade apresentam essa distinção. Para ficar em um exemplo selecionado, em que as cidades são comparáveis em população e IDH, Mossoró (RN) deu 68,9% dos votos a Dilma no segundo turno de 2014, contra 52,8% em Itaquaquecetuba (SP).

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.