I Walk Alone

Imagem do filme Inside Llewyn Davis

Aqui, onde todas as almas parecem cinzentas,
um pouco de cor faria toda a diferença.
Os raios de sol ainda não conseguem atravessar as folhas
fazendo da nossa superfície intacta,
jamais tocada por Vida.

e eu caminho,
sozinho.

A patética auto-piedade, compartilhada
nesta seita universal, por abraços conformados
sorrindo na decepção
dos olhares de almas resignadas.
A vergonha da cidade não está escondida sob o asfalto, em esgotos.
por isso eu caminho,
sozinho.

Continue fazendo suas preces a Deus,
nesta procissão a caminho de lugar nenhum.
Nossos corações foram crucificados,
em sacrifício ao futuro que vocês querem escolher.
Quando todos os anjos da desolação se reunirem
o amanhecer preencherá os céus,
como um grito de esperanças emergindo do submundo.
Somos personagens perdidos em um mundo de relações incompreensíveis,
inocentes ante a falta de sentido dessa triste condição humana.
A avenida dos sonhos destruídos ainda não chegou,
E, à espera de um amor de salvação,
eu continuarei caminhando.
Sozinho.

Um dia eu poderei deixar de ser solitário 
mas a solidão continuará
fazendo parte de mim.

Enquanto isso, caminho.


(inspirado na música Boulevard of Broken Dreams, da banda Green Day)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.