O impeachment é um fracasso brasileiro
Pedro Doria
1063

O erro de sempre, e presente nesse artigo: fácil de personalizar problemas contra grupos q estão saindo do poder sem se voltar a personalizar outros. Há também a repetição retórica e falha de q essa é a maior prática de corrupção registrada: a de bancos e do sistema financeiro internacional tem práticas registradas com números muito maiores (U$ 235 em 7 anos), e o acumulo de práticas contábeis moldadas por arbitragens por influência ‘financiada’ pelo sistema privado no mundo chega a trilhões (só olhar a taxa de 0,005 paga de imposto pela Apple). É só olhar para esses dados: http://graphics.thomsonreuters.com/15/bankfines/index.html?utm_source=twitter

O problema estará mais claro se o autor colocar o problema brasileiro como problema local subjugado ao sistema de arbitragem neoliberal global. Mas, o Brasil ainda não evoluiu e tem maturidade pra identificação desses problemas porque não há capacidade de crítica-realista em nossos ‘intelectuais’.

Triste mesmo é ver os efeitos deletérios na sociedade, como por exemplo: brasileiros engolidos pelo neo-individualismo vivendo em UK defendendo o Brexit e o fim da livre movimentação de europeus sem perceber que eles são tanto mais imigrantes que os europeus, e que dentro de uma ordem fragmentada do capital, apenas vivemos de migalhas e sem possível acesso ao custo futuro para ter educação necessária a integração econômica. Nem mesmo no Brasil isso será possível, quando menos fora do país.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.