O futuro do trabalho chegou mais cedo.

A pandemia de Covid-19 acelerou uma série de transformações no meio empresarial, como a adoção em massa do home office e o uso mais intensificado de tecnologias. A pergunta que fica, porém, é a seguinte: Futuro do trabalho para quem? Num país com tantas desigualdades, como é o caso do Brasil, não é possível discutir esses temas sem as lentes de diversidade e inclusão.

Este é o tema do DiversiTalk desta semana. João Torres e Ricardo Sales recebem Lígia Zotini, pesquisadora e referência nos estudos sobre futuro do trabalho.

A consultoria Mais Diversidade lança o podcast Diversitalk, que discute…


>>> (INSCREVA-SE AGORA) <<<

O RESET é um workshop futurista focado no agora, pra lhe ajudar a criar um futuro desejável a partir de um presente altamente incerto.

Traremos conhecimento sobre tecnologias de ponta e estudos humanos para desenvolver novas formas de SER, para desse lugar desenvolver novas formas de FAZER, juntando nesta jornada cenários tecnológicos e cenários de desenvolvimento humano. Você está apto fazer a transição?

PRECISAMOS DE UM RESET: uma nova forma de ser, viver, pensar e agir no mundo para que possamos reprogramar o software após a passagem do vírus.

Precisamos rever excessos e reinventar modelos, revisitando áreas como infraestrutura, finanças…


© Yuval Noah Harari 2020

Nesse brilhante artigo publicado originalmente na revista Time, Yuval Noah Harari defende a cooperação entre os povos e nações no combate às pandemias e a outros males

Muitas pessoas culpam a epidemia de coronavírus pela globalização e dizem que a única maneira de evitar mais surtos desse tipo é desglobalizar o mundo. Construa muros, restrinja viagens, reduza o comércio. No entanto, embora a quarentena de curto prazo seja essencial para interromper as epidemias, o isolacionismo de longo prazo levará ao colapso econômico sem oferecer proteção real contra doenças infecciosas. Exatamente o oposto. O verdadeiro antídoto para a epidemia não é a segregação, mas a cooperação.

As epidemias mataram milhões de pessoas muito antes da era atual da globalização. No século XIV, não havia aviões e navios de…


Consumir por consumir sai de moda, trabalho remoto, atuar mais no coletivo com colegas de empresas, ou vizinhos do bairro. A Covid-19 vai rever valores e mudar hábitos da sociedade

A Covid-19 mudou nossas vidas. Não estou falando aqui simplesmente da alteração da rotina nesses dias de isolamento, em que não podemos mais fazer caminhadas no Minhocão ou ir aos nossos bares e restaurantes preferidos. Sim, tudo isso mudou nosso cotidiano — e muito. Mas o meu convite para você é para pensarmos nas mudanças mais profundas, naquelas transformações que devem moldar a realidade à nossa volta e, claro, as nossas vidas depois que o novo coronavírus baixar a bola. Por isso talvez seja melhor mudar o tempo verbal da frase que abre este texto e dizer que o coronavírus…


No nosso grupo no Whatsapp “Voicers Talks& Xperiences”, Ana Palu dividiu conosco a participação que teve em uma ação muito bacana. Uma consultoria de sustentabilidade e a escola Bosque reuniram crianças de até 13 anos para uma conversa virtual sobre esse momento, como elas percebem, sentem e entendem o momento que estamos vivendo.

Ana Palu desenhou as Anotações Visuais dessa experiência com as crianças, que registrou as conversas delas sobre os assuntos do momento, que foi muito especial, como ela mesma diz.


A Startup Blockforce do Andre Salem, uma das nossas vozes aqui no Voicers, desenvolveu uma plataforma chamada Desviralize, usando blockchain para monitorar infectados pelo coronavírus

Andre Salem | Fundador da Blockforce, criadora da plataforma Desviralize

A Tecnologia (blockchain) garante o anonimato das informações e pode ser usada para controlar o avanço da doença sem colocar em risco a privacidade.

Andre Salem é o fundador da Blockforce, startup de impacto social que tem experiência no uso do blockchain para ferramentas de monitoramento. A empresa já desenvolveu, por exemplo, um sistema de rastreamento para a indústria de alimentos.

“Blockchain para impacto social tem sido o foco da Blockforce.”, afirma.

O blockchain permite que qualquer pessoa compartilhe seus dados de localização e de saúde sem que a outra ponta, seja o governo ou outros cidadãos, tenha acesso à…


LIVE com Ana Paula Padrão & Ligia Zotini 🧡

Entre o falado e o sentido, um universo!!

Ligia & Ana falaram sobre o Legado dessa quarentena, e aqui segue alguns destaques:

Teremos ainda mais mundos dentro do mesmo mundo, organizados pelas novas visões de mundo(s).

Acreditamos mesmo que existe um movimento de humanidade acontecendo nesse quarentenar…

Um Acordar para o senso coletivo como não tivemos antes e isso para mim isso é fruto de acesso tecnológico + educação + expansão de consciência.

Existe um movimento real em formato de novas economias, unicórnios, nova era, uma nova consciência social.

Para Ligia: “A consciência é na real a única coisa que nos divide nesses tempos.”

E cada consciência, traz uma visão que produz uma ação que te faz experimentar algo, logo o mundo que você vai encontrar pós-quarentena lá fora, terá a frequência da consciência que você conseguir acessar agora, no dentro.

Trabalhe os excessos & cuide do que te alimenta nessa fase!

E como disse a Ana: “…ninguém sairá igual e muitos…


Por Aisha S. Ahmad, no Chronicle of Higher Education
Tradução de Renato Pincelli

Uma pesquisadora com experiência em ambientes adversos dá conselhos aos acadêmicos ansiosos com a quebra de rotina causada pelo coronavírus

O que tenho observado entre meus colegas e amigos acadêmicos é uma resposta comum à contínua crise da COVID-19. Eles estão lutando bravamente para manter um senso de normalidade — correndo para os cursos online, mantendo rigorosos cronogramas de escrita e criando escolinhas Montessori nas mesas de cozinha. A expectativa deles é apertar os cintos por um breve período, até que as coisas voltem ao normal. Para qualquer um que segue esse caminho, desejo muita saúde e boa sorte.

Entretanto, como alguém que tem experiência com diversas…


Ao conferir uma leitura sobre a pandemia do coronavírus e o isolamento social em entrevista ao jornal francês CNRS, o filósofo Edgar Morin explicita que o cenário nos impõe desconstruções: a desconstrução da crença em verdades absolutas na ciência, da obstinação por garantias e certezas, e da pesquisa sem controvérsias.

O momento em que vivemos tende a convencer cidadãos e pesquisadores de que as teorias científicas são biodegradáveis e que “a ciência é uma realidade humana que, como a democracia, se baseia em debates de ideias, embora seus métodos de verificação sejam mais rigorosos”.

Aos 98 anos, Morin acredita que…


Tristan Horx | Filósofo Alemão

Na verdade, estava muito atrasado para desligar o mundo por algumas semanas. Temos falado sobre o mundo cada vez mais rápido, complexo e esmagador há anos

A comunicação entre as pessoas era difícil, auto-retratos da vida perfeita se acumulavam nas mídias sociais, fake news e bolhas de filtros. Na verdade, o discurso político não estava mais em andamento, havia discussões e não real diálogos há muito tempo. Nem mesmo num debate produtivo sobre uma das maiores ameaças do mundo, fomos capazes de gerenciar as mudanças climáticas de maneira objetiva e sensata.

Tendências como desintoxicação digital, minimalismo, mindfulness (atenção plena) e flexibilidade no trabalho começaram a ganhar impulsos lentamente antes mesmo da crise, mas a cultura de consumo excessivo e ódio de outros eram dominante.

A crise…

Voicers

Acreditamos que conhecimento alinhado à tecnologia é a principal ferramenta para construção de um futuro ideal.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store