Fliperama para almas inquietas

Fliperama, para almas inquietas.

-E, lá vou eu. Espero que minha juventude, eterna. De meus problemas, zero. Ao meu pai: tristeza. Mãe, saudade. Amigos, se. E a ele: SE FODA. -

Do sangue ao afogado. Veneno seria mais digno para uma nova Lucrécia. Morte é pouco para um touro. A recebo logo.

Essa é a eternidade. Em teoria não deveria estar aqui, Lar das almas inquietas. Digo, sei que fez muita merda. Bem-vinda ao mundo novo. Então, fez escolhas erradas? Esqueça, é um novo mundo. Você, uma nova garota, crianças antigas já não estão mais aqui. Recomendo, acorde. Estamos com pressa. Ainda sendo 6:10, tome.

Fazemos tudo para passar o tempo, não deveríamos ter brigado com a criação.

“Realmente, nada tão árido”

Hm, então acha que não deveria estar aqui? Repetindo: Sei, fez merda.

Seria pouco polido de minha parte negar, então sim, beba.

Pensou? se sou o quê? Apenas um mortal, agora imortal, velho e fraco. jamais diabo.

6:10, antes que eu vá. morda um pouco. Bem-vinda ao último salto da alma imortal.

Weslley Férrico