Religiões são um atraso?

https://www.maxpixel.net/Theology-Jewish-Christianity-Stars-Astro-Religions-3941152

Há quem defenda que religiões em geral (não importa qual seja: judaísmo, cristianismo, islamismo, hinduísmo, budismo, etc) são ruins e um atraso, citando guerras religiosas, mortes, preconceitos, etc, que existem em nome de uma religião, para defender seu argumento.
 Porém, em nome de muitas coisas são feitas guerras e há mortes (se há guerras ou morte por causas políticas isso torna a política necessariamente ruim e um atraso, algo a ser superado?), mas eu gostaria de citar particularmente o exemplo da ciência.
 Para os que argumentam que religião é ruim por causa de preconceitos que são defendidos em seu nome, recordo que também já se defendeu preconceitos em nome da ciência. A eugenia, uma pseudociência que era considerada ciência não muitas décadas atrás, defendia uma seleção de seres humanos com base na genética. Alguns argumentos de Darwin foram mal utilizados para defender isso. Houve (e ainda há até hoje, inclusive no Brasil) esterilização em massa de mulheres sem a autorização delas “em nome da ciência”, como as que são diagnosticadas com alguma doença física ou mental ou estão em situação de rua. 
 A Segunda Guerra Mundial foi um exemplo da aplicação do “princípio científico” da eugenia, como médicos que trabalhavam em campos de concentração e torturavam e assassinavam pessoas “em nome do avanço científico”.
 Por causa da ciência da seleção natural e da genética difundiu-se muitos preconceitos sobre qual ser humano estava apto a procriar, viver ou morrer.
 Isso significa que a genética é um mal? É claro que não. Muitos avanços científicos foram feitos com ela, que podem curar doenças e salvar vidas.
 Por causa das descobertas científicas da época de Einstein produziu-se a bomba atômica. Isso torna a física um mal? Não, graças à medicina nuclear, pode-se tratar vários tipos de câncer.
 Por causa de descobertas científicas, surgiu a eugenia, surgiram armas de guerra letais e métodos sofisticados para torturar e matar. Também surgiram alimentos industrializados, altamente processados, inseticidas e uma série de produtos que nos matam lentamente, destruindo nossa saúde.
 Porém, também é graças a essas descobertas que se pode armazenar comidas de modo eficaz, para que durem mais tempo e sejam enviadas com rapidez para alguma parte do mundo em que pessoas estão morrendo de fome. É graças a essas descobertas que se podem armazenar e refrigerar vacinas e medicamentos para que eles durem mais tempo e isso possa salvar vidas.
 O que concluímos disso tudo? A ciência é um mal? Apesar de todas as coisas ruins que já foram feitas em seu nome, eu ainda acredito que a ciência tem mais lados bons do que ruins, que nos ajuda mais do que prejudica, então devemos ter esperanças em relação a ela e continuar a melhorá-la. Apesar dos problemas e limitações do método científico, o ser humano já fez coisas grandiosas através da ciência. Sim, ele também fez coisas terríveis, mas a meu ver os lados bons superam e muito.
 Penso o mesmo sobre as religiões. Sim, existiram e ainda existem guerras religiosas, mortes em nome da religião e preconceitos, assim como existem e já existiram guerras em nome da ciência, de política, dinheiro, direitos humanos e tantas outras coisas.
 Isso torna a religião um mal? Não. Apesar de tudo, muito mais coisas boas são feitas em nome da religião do que coisas ruins. Muitos citam os terroristas muçulmanos ou a Inquisição e as Cruzadas cristãs, mas até hoje as instituições de caridade cristãs e muçulmanas estão entre as maiores do mundo. Até hoje existem cidades afastadas em muitos países em que existe um único hospital ou colégio, financiados por igrejas católicas, ortodoxas, protestantes e muitas outras. 
 Portanto, assim como eu penso sobre a ciência, acredito que as religiões tenham mais lados bons do que ruins. E por isso eu acredito que afirmações do tipo “todas as religiões” ou “essa religião específica” é ruim e deve ser odiada porque só gera preconceitos e guerras não se deve propagar por aí, pois isso só gera mais preconceitos e ódio; o próprio preconceito e ódio que a pessoa está tentando combater.
 Não é necessariamente uma coisa específica a fonte que gera todos os preconceitos, ódio, guerra e morte. Nós somos diferentes uns dos outros e temos experiências de vida diferentes. Então é natural, com base na época e lugar em que nascemos, criação que tivemos, etc, acreditarmos que algo específico é a fonte de todo o mal do mundo. Então nós precisamos de um bode expiatório para culpar por causa de todas as coisas ruins que acontecem.
 Algumas religiões explicam a questão do mal de forma filosófica, simbólica, artística, poética ou mesmo como realidade espiritual de fato, que é reflexo de algo maior.
 Os indianos falam no karma, os cristãos no Éden, pecado original, etc. O que realmente fere o ser humano que o leva a odiar e a matar não sabemos ao certo. Há injustiças do lado de fora, mas também sentimentos poderosos e diversos que nos machucam e nos confundem do lado de dentro, mesmo em tempos de relativa paz.
 A religião pode nos ajudar com isso também. A ciência pode prolongar a vida, nos dar mais conforto e saúde. A religião pode nos dar respostas sobre como viver e morrer. Acredito que estamos melhor com elas do que sem elas. Eu tenho grandes esperanças sobre o futuro das duas.