Batman v Superman

Um filme que não é para todos

Como manda o figurino vamos iniciar com minha impressão sobre o filme, Batman vs Superman é um bom filme, pelo menos na minha opinião, digo isso pois esse provavelmente vai ser um filme de diversas opiniões diferentes, reforçando o subtítulo esse filme não é para todos e não vai agradar a todos e ser uma unanimidade, aqui a DC faz varias apostas, desde um ritmo diferente de filme de super-herói ate a apostar em um ator queimado no cenário dos personagens de collant colorido, porem apesar de tudo ele entrega um resultado satisfatório para quem é fã dos personagens.

O filme tem uma construção lenta, prova disso é à ação do filme que demora a acontecer, ele vai criando um clima para o embate dos heróis e vai ficando interessante conforme avança. É necessário ter paciência com o filme, até pois essa construção é meio desleixada teoricamente esse não é um filme de origem, afinal todos nós já sabemos quem é o Batman e o Super-Homem nessa altura do campeonato e já passamos por vários filmes de origem dos personagens e materiais dos mais diversos formatos por ai, então se você não sabe a origem dos personagens nem um pouco da história dos dois o filme não irá ajudar nesse sentido, na verdade ele vai até complicar pois ele usa algumas referências que somente fãs entenderão, ao ponto de ter uma que deixará até o Sheldon da série The Big Bang Theory feliz.

Para complicar mais ainda o filme joga inúmeros fatos e situações que exigem um pouco mais de conhecimento do universo DC, pois mesmo não sendo um filme de origem dos personagens é um filme do início do universo cinematográfico que a DC tem planejado, porem o próprio filme não se põem como o ponta pé desse universo, dando a entender que muita coisa já aconteceu nele e que será explicada nos futuros filmes programados para acontecer deixando alguns buracos propositais na historia que somente os fanboys conseguiram completar e deixando meio sem explicação para o publico em geral, tudo isso irá confundir muito as pessoas, pois os personagens já aparecem prontos, sem um pano de fundo construido então é necessário um conhecimento prévio para não se perder, coisa que o publico em geral talvez não vá ter então essa é uma grande aposta no desenvolvimento do filme, porem dá uma previa que existe muito a acontecer e que o filho de Krypton é apenas a ponta do iceberg.

Relacionado ao enredo do filme sem spoilers o filme é centrado nas ramificações das ações do Super-Homem e como cada um lida com isso, esperança, admiração, medo, ódio, todos sentimentos que são esperados de um evento dessa magnitute. Sinceramente o plot do filme é bom, pois em geral filmes de super-heróis são idealizados no micro universo deles, contanto suas desventuras em serie e usando o mundo apenas como cenário, nunca mostrando as ondas que suas ações criam no mundo, já nesse o macro universo existe e um acontecimento como um alienígena/deus andando entre nós não pode passar em branco e nem mesmo nossa humanidade em simplificar as coisas entre bem e mal. Nesse âmbito acaba fazendo sentido o vs. do filme não como o início de uma luta de Street Fighter, mas sim entre o debate ideológico das ações de um ser onipotente e as consequências delas e principalmente a dúvida se um poder tão absoluto assim pode ser neutro e de que nunca irá pender para um lado, toda essa situação gera o medo que praticamente define a ação de todos os personagens nesse filme, talvez o medo seja o maior vilão desse filme.

Falando mais sobre os personagens já comecemos assim Ben Affleck não compromete como Batman, na verdade o Batman dele é bom, compreendo que é muito difícil dissociar o personagem do interpretado pelo Christian Bale, primeiro pelo bom trabalho, segundo por ser bem recente, mas o Affleck entrega um bom trabalho e de certa forma necessário para o filme, o Morcegão do Nolan era o início, um Bats ainda no primeiro amor, inocente e de certa forma verde, já nesse filme temos um personagem vivido com cicatrizes psicológicas gigantes, que vê o mundo de uma forma diferente, que é mais cruel e já está na estrada a muito tempo. Até por isso o embate dele com o Super é bem mais crível pois temos aqui um Batman realista que sabe que o mal pode ser despertado em qualquer um e que não confia em ninguém além de seu fiel mordomo Alfred.

Já do lado do Super nada muda, ainda temos aquele personagem inseguro, mesmo tendo assumido o manto do Homem de Aço ele ainda é um personagem cru, inocente, previsível, humano, que ainda questiona sua posição na humanidade, posição que como mostrada no ultimo filme ele não queria assumir, tudo isso gera um bom personagem, pois mesmo tendo imenso poder ele ainda se sente impotente e se curva as vontades humana, devo dizer que nunca fui fã do personagem porem essa roupagem dele mais humano agrada bastante, pois mesmo sendo admirado como um deus e temido como um demônio ele mesmo apenas quer ser normal.

No filme ainda temos a estreia da Mulher Maravilha e devo dizer a personagem pareceu ser bem interessante, não que ela seja uma personagem com uma importância muito grande no filme ou tenha muitas cenas, mas ela transpira aquele ar Femme Fatale, mostrando que foi acertada a escolha de Gal Gadot como a personagem sem contar que como uma boa Amazona Guerreira deve ser aparentemente ela gosta de um combate, devo dizer que estou um tanto quanto ansioso para um filme solo de uma heroína nesses tempos modernos de super-heróis.

Porem provavelmente o personagem mais intrigante e controverso seja Lex Luthor, ele recebeu uma roupagem completamente diferente do tradicional, que vai muito além do fato de ser mais jovem que o normal e possuir cabelo, o personagem é instável, em alguns momentos insano, provavelmente irá gerar inúmeras comparações com o Coringa do Ledger, porem o que difere os personagens é que enquanto a loucura de um é apenas direcionada a querer ver o circo pegar fogo, o outro tem uma loucura objetiva que talvez seja mais métodos extremos para o dilema do filme inteiro do que uma real loucura, porem certamente é um personagem fora do convencional e que incrivelmente me agradou.

O que posso concluir é que Batman vs Superman é um filme de nicho, não irá agradar a todos e ele nem tenta agradar a todos, com uma história leve, trama simples e ação frenética ele destoa muito do padrão Marvel de filmes que a maioria está acostumada a assistir, ele é pesado, lento, ideológico, surreal nas lutas e confuso, porem um confuso bom, que deixa você ansioso para ver aonde esses buracos vão levar todo o universo, no entanto de uma forma ou de outra essa e a levada que a DC escolheu para a criação de seu universo e depois de tantas bobeiras que eles criaram pelo percurso devo dizer que tem sido um formato que me agrada e mostra que podemos ter mais de um filme de super-herói do que boas piadas e ação frenética.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Bruno Deolindo’s story.