Essa semana começou fria e terminou igualmente fria. Ninguém lembra de um inverno tão forte quanto esse. Temer não deixou o Governo e tivemos que ouvir os discursos mais insanos e sem propósito, promessas de um futuro sem sentido.

É preocupante nosso cenário político. Afinal 2018 é ano que vêm e teremos novas eleições e pense comigo se 2014 foi aquela loucura toda, o que nós aguarda?

Também começou um novo semestre na Faculdade, é curioso retornar a graduação depois de 13 anos. Na verdade penei um tanto no primeiro período, perdi as habilidades de trabalhar e estudar ao mesmo tempo, mas agora já está tudo ok.

Meu pai é um nostálgico. Saímos nessa semana e tudo lembrava ele alguém e fica se perguntando e me perguntando o que teria acontecido com essas pessoas.

Eu dou as respostas que eu sei e também penso o seguinte: “mesmo vivendo na era da tecnologia e da comunicação, nós ainda conseguimos encerrar uma relação.” o que penso é que mesmo com tanta acesso, quando encerremos, encerremos.

Porém, como estamos falando do ser humano, algumas pessoas se recusem a reconhecer que somos tão bons em seguir em frente e encerrar uma relação.

Isso me lembra o ótimo o Passado de Alan Pauls.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.