Como ter mais criatividade na hora de escrever

Pixabay

Dizem que escrever é a arte de cortar palavras. Concordo em partes. Claro que, como trabalho produzindo conteúdos em espaços que exigem um limite de caracteres, cortar e selecionar informações já faz parte do processo. Mas o maior desafio de quem quer escrever é o de organizar as ideias. O texto nem precisa ter palavras rebuscadas ou parecer inteligente, mas o simples organizar das frases é o algo a mais no texto. É o que faz o texto ser agradável ou não para quem está lendo.

Identidade é tudo

Logo no primeiro parágrafo a pessoa vai perceber o tom do texto. e já vai ter alguma noção do que ele vai provocar. Claro que, um texto pode ser que nem Lost, começar te prendendo e terminar de um jeito horrível (mas se você começar o texto de uma forma muito legal pelo menos você vai se assegurar que as pessoas vão ler).

Busque colocar a sua essência, as palavras que já fazem parte do seu vocabulário, utilize os conhecimentos que você já tem, converse com o seu leitor. Um bom texto traz a sensação de que a pessoa teve um imenso prazer de escrever aquilo, mesmo quando é um tema aparentemente chato.

Encontre a sua fórmula. Existem muiiitos tipos de textos. Encontre o seu gênero literário favorito e mete bronca.

Storytelling

Um texto fica mais legal quando conta uma história com um começo, um ponto alto (ápice) é um desfecho. Ela vai conduzir o leitor e fazer ele ficar curioso para saber como diabos tudo se resolve. No marketing e na publicidade, uma narrativa pode inclusive estreitar relações de marcas com seus clientes. Então,sim, um texto bem escrito pode ser capaz de cativar e influenciar audiências. Por isso, tenha em mente qual é o perfil das pessoas que quer comunicar


Alguns pontos de atenção

Titulo

É o cartão de visitas. A pessoa vai se situar sobre o tema do texto. Muitos textos muito legais podem deixar de serem lidos pela falta de um título criativo e atraente.

Quebre o texto

O texto precisa ter um respiro. Um texto que fica tudo colado, sem espaço para uma pausa ou uma respiração é extremamente cansativo. Separe os assuntos! Tem pessoas que gostam de ir quebrando o textos com subtítulos referentes ao tema, ou usando ilustrações e imagens no meio do texto. Eu particularmente gosto muito da linha de apoio. Listas e tópicos também funcionam muito. Fazem muito sucesso textos que podem ser lidos um pouco de cada vez.

Estruturas

Não deixe o mais importante para o final, pelo simples fato do que eu citei lá em cima, é capaz da pessoa não ler o texto até o final e perder o foco principal.

Quebre regras

Treine muito de acordo com as regras, use técnicas e estruturas tradicionais como (no caso do jornalismo) a pirâmide invertida e o lead. Quando ficar fera nisso, simplesmente escreva do seu jeito. Você não precisa seguir nenhum modelo pré determinado. Você tem total liberdade! Organize as ideias da forma que tenham mais sentido para você

Seja objetivo

Não enrole. Às vezes as pessoas só querem ir direto ao ponto. Algumas coisas podem ser explicadas de forma muito mais simples.

Abuse de referências

Referências chamam a atenção e trazem um pouco da sua personalidade. Isso aproxima autor e público e demonstram que você tem conhecimento sobre o assunto é credibilidade, já que demonstra que você fez o seu “tema de casa”. Por algum motivo, usar referências, citações e comparações em um texto trazem muito mais riqueza no conteúdo.

Não desista!

Grandes escritores estão sempre escrevendo, no guardanapo, no canto de um livro e em blocos de notas. E não precisa ser algo grande, às vezes pensamentos, ideias e palavras que passam pela cabeça. Anote!

Não existe uma dica mais efetiva do que essa: se você quer escrever melhor, E S C R E V A.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.