Amor, amor, amor, uma palavra forte, mas sem significado algum. Afinal, o que é amor? Podemos defini-lo? Ou somente senti-lo? Podemos concretizar alguma definição sobre o amor? É um sentimento simultâneo? É correto dizer que o amor é um sentimento? Uma vez me disseram que o sinônimo de amor era caridade, e caridade seria dar algo com valor, então ao amar uma pessoa, você está dando algo caro a ela? O que seria? Sua atenção? Sua preocupação? Sua dedicação? Seu amor? Mas assim voltamos a pergunta: O que é amor? Quando dizem que Deus é amor e dizem que nós somos feitos da imagem e semelhança de Deus, não seríamos feitos de amor? E assim surge mais duas perguntas, (a) se Deus é amor, a pergunta “O que é amor” poderia ser interpretada como “O que é Deus”? E (b) se fomos criados pela imagem e semelhança Dele e Ele é amor, se também fomos criados cheios de amor, se não sabemos o que é amor, como saberíamos responder a pergunta “Quem é você”? @

O filho pergunta para a mãe:

— O que é amor?

E a mãe responde:

— Amor é quando você tem um carinho muito grande por alguém, sendo assim você ama esse alguém.

Seria essa a definição mais correta sobre o amor? Então Deus é um carinho muito grande por alguém? Quem? Nós? Se sim, a quem temos um carinho muito grande, já que também somos cheios de amor? Acredito que está seja a questão! Em Matheus 22,34–40 diz que devemos amar a Deus de todo o nosso corpo, de toda a nossa alma e de todo o nosso espírito e que devemos amar ao próximo como amamos a nós mesmos, não seria essa a resposta para a pergunta “A quem temos um carinho muito grande”? Talvez! Em Lucas 1,37 diz: “ Porque a Deus nenhuma coisa é impossível” poderíamos assim dizer que nada é impossível para o amor? Então uma pessoa pode se apaixonar por uma outra pessoa do mesmo sexo? A resposta estaria em Levíticos 18,22: “ Não te deitarás com um homem como se fosse mulher, isso é abominação”. Não! Não falarei sobre a homossexualidade, além de acreditar que cada um precisa ter uma conclusão própria sobre isso, não vejo benefícios a sua leitura se eu escrever sobre isso também, por esses e mais motivos não falarei sobre homossexualidade.

Afinal, o que Deus estava querendo dizer em Romanos 13,8: “(…) aquele que ama o seu próximo cumpriu toda a lei”?

No livro “Santos de Calça Jeans” diz que amar é um ato de heroísmo, tenho dois tópicos a discutir sobre isso (a) a caridade seria um ato de heroísmo? E (b) eu diria que amar é um ato de coragem. Você, meu caro leitor, é corajoso(a)?

No livro “Youcat” diz que o amor é a livre entrega do coração, e diz que quanto mais o ser humano ama, mais parecido fica com Deus. Você se considera parecido com Deus? Acredita que a caridade seja a livre entrega do coração?

Não terminarei este texto sem dizer que você deve amar sem medidas, uma das melhores coisas que temos é o amor, é um prazer amar. Alguns dizem que o amor machuca, será mesmo? Deus seria capaz de te machucar? Reflita, e ame! Mesmo que você não saiba o que é amor. Pois como diz em 1Jo 4,7: “ O amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece a Deus”. Simplesmente ame! Para amar não é preciso ter certeza de que vai ser amado.

Deixo aqui um simples capítulo da bíblia. A Primeira Epístola Aos Coríntios.

1Cor 13:

“ Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver ‘amor’, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver ‘amor’, não sou nada. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver ‘amor’, de nada valeria!

‘O amor' é paciente, ‘o amor' é bondoso. Não tem inveja. ‘O amor' não é orgulhoso. Não é arrogante. Nem escandaloso. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

‘O amor' jamais acabará. As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará, o dom da ciência findará. A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita. Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá. Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança. Hoje vemos como por um espelho, confusamente; mas então veremos face a face. Hoje conheço em parte: mas então conhecerei totalmente, como eu sou conhecido.

Por hora subsistem a fé, a esperança e ‘o amor’”

Nunca deixe de amar, não se esqueça de amar. Duvide de que o sol tenha calor, mas não duvide do amor.

Em um filme infantil um dos personagens diz que: “amar é quando você coloca as necessidades de alguém acima das suas necessidades, mesmo sabendo que isso pode lhe custar algo”, não seria isso que Jesus fez? Morreu na cruz por nós, todos nós! Valorize esse amor.

Eu desejo muito amor na sua vida!

Obrigada.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.