Assassins Creed Black Flag (Wii U): Viva uma das épocas mais memoráveis da história

Assassin’s Creed é uma franquia conhecida e não convém falar muito sobre ela. Em seu quarto título, a Ubisoft trouxe um tema fantasiado por muitas crianças e que sobrevive no imaginário de muitos adultos: Piratas.

Yo Ho Ho e Uma Garrafa de Rum

Neste jogo você é Edward Kenway que vira corsário a fim de tentar obter um futuro melhor para si e para sua esposa. Mas algumas tragédias acontecem e ele cai, por acidente, na ordem dos assassinos. Isso, por si só, já é uma evolução na condução da franquia que, anteriormente, trazia assassinos profissionais desde o início da narrativa.

Ontem, hoje, sempre pirata

Alguns momentos do jogo você está nos dias de hoje e controla um funcionário da indústria de entretenimento Abstergo. Essa parte, na minha opinião é uma das partes mais chatas do jogo, em que você tem que ficar invadindo computadores com puzzles repetitivos para obter informações e, então, poder continuar vivendo a aventura pirata.

Gamepad, nosso maior aliado.

A utilização do Gamepad nesse jogo é excelente! Não, você não precisa ficar clicando na tela para fazer ações. A utilização dele é sutil, porém muito eficaz. Diferente de outras versões dos outros consoles, no Wii U você tem o mapa extremamente detalhado da cidade ou do mar nas suas mãos. Isso torna o jogo muito mais dinâmico, já que não é necessário parar o que você está fazendo a toda hora para olhar o mapa.

Missões primárias e secundárias são um verdadeiro deleite

Uma bela característica desse jogo são as missões principais e os contratos de assassinatos. São muito divertidos de cumprir! Destruir fortes superprotegidos também é um capítulo a parte nessa aventura.

Odeio a fase da água

Tenho que destacar que as fases onde você tem que explorar destroços de naufrágios são muito ruins. A jogabilidade, neste ponto, é extremamente frustrante, o que te deixa absolutamente sem vontade de cumprir todas elas. Consegue imaginar-se tendo que fugir de tubarões sem que o controle do personagem seja preciso? É o que geralmente ocorre nestas aventuras.

Tunando meu navio

É possível customizar seu navio para deixá-lo conforme sua vontade, afinal você é o capitão. Ao longo da aventura, novas customizações de armas, utilitários e de aparência do navio são disponibilizadas.

Quando você terminar de evoluir seu navio ao nível máximo, você poderá tentar destruir os navios lendários, que são navios extremamente difíceis de se abater. Nesse ponto você só os abaterá se quiser terminar o jogo com 100%, já que a recompensa por se abater esses navios são 10 mil reales (o que não é muito na moeda do jogo) e o jogo já estará no seu ponto de desfecho. Além disso, zerar 100% pode ser penoso já que pegar canções (que saem voando por aí), todos os baús e todos os fragmentos é algo extremamente chato de se fazer.

Veredito

Assassin’s Creed Black Flag é um ótimo jogo. Claro que possui vários problemas como os que foram ditos acima, mas ainda sim é um dos melhores títulos do Wii U. Por isso, eu classifico ele com nota 9.

  • 8.0 - Jogabilidade
  • 9.0 - História
  • 10 - Música
  • 9.0 - Gráficos

Pontos positivos

  • Mapa no Gamepad;
  • Jogabilidade do navio e nas cidades são refinadas;
  • Excelentes gráficos;
  • É um jogo de piratas.

Pontos negativos

  • Dublagem em português é péssima;
  • Itens em excesso para completar o jogo 100%;
  • Partes da água com jogabilidade prejudicada;
  • Fator replay baixo;
  • Partes em que você está na abstergo (tanto graficamente quanto jogabilidade).
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Leandro’s story.