Como “esquecer” um livro me deixou feliz

O dia de hoje, 25 de janeiro de 2016, ficará para sempre na minha memória. Foi um dia muito feliz.

Para quem não sabe, hoje foi o Dia Nacional do Esqueça um Livro. É uma iniciativa para incentivar a leitura em todo Brasil. Funciona da seguinte forma: você escolhe um livro para “esquecer” por aí, escreve um bilhetinho para a pessoa que vai achá-lo, vai até algum lugar e deixa o livro (pode ser um banco de praça, uma mesa de restaurante, no shopping, no supermercado, etc).

Eu escolhi dois livros que significaram muito para mim. O primeiro foi “O lado bom da vida” que me tocou por ter um personagem que busca sempre ver o lado positivo de tudo. O livro me fez refletir bastante sobre a vida. O segundo foi “Comer rezar amar”. Eu AMO viajar e neste livro a escritora conta como foi o ano em que viajou pela Itália, Índia e Bali. A maneira como ela escreveu o livro nos faz viajar junto e querer vivenciar todas as experiências sensoriais que ela teve.

Após escolher os livros, lá fui eu escrever os bilhetinhos. Minha letra é péssima, confesso que rasurei alguns papéis antes do definitivo. A letra continuou horrível, mas dei meu melhor hehehe. No bilhete, eu escrevi que era uma campanha de incentivo aos livros e que se a pessoa achou o livro, então ele é dela. Terminei desejando uma boa leitura no caso do “O lado bom da vida” e desejando uma boa viagem no caso do “Comer rezar amar.

A tarefa de escolher o lugar foi bem divertida. Fiquei andando pela rua pensando em qual seria o ponto ideal. Muito engraçado o que passou pela minha cabeça enquanto eu estava andando por aí. Às vezes eu entrava num lugar decidida a deixar o livro ali, mas de repente eu ficava tímida e saía de fininho. Outras vezes eu estava rindo sozinha imaginando o quanto isso estava me entretendo. Decidi deixar os livros em locais diferentes.

Em paralelo a tudo isso, eu ainda estava trocando mensagens com familiares e amigos sobre tudo que estava acontecendo. Eu conhecia pessoas que também estavam esquecendo livros por aí e estávamos todos muito empolgados e felizes. MUITO FELIZES.

E foi aí que percebi o quanto essa campanha é muito mais do que incentivar a leitura. Ela faz as pessoas felizes. As mensagens que estavam sendo trocadas tinham tantas risadas e gargalhadas que eu não pude deixar isso passar batido.

Me dei conta de que hoje no Brasil, há muitas pessoas felizes por terem “esquecido” um livro e outras mais felizes ainda por o terem encontrado. Que vibe positiva, gente! Quanta energia boa!

Hoje no Brasil todo várias pessoas ganharam um livro e vão poder desfrutar de uma história, ampliar o vocabulário, adquirir conhecimento. Além disso, várias pessoas estão muito felizes com tudo o que vivenciaram hoje e essa energia positiva está sendo disseminada para todos ao redor.

Então fica o desejo de nos envolvermos mais com campanhas tão nobres e espalharmos, sempre que for possível, a felicidade. Por mais dias como o de hoje! :)

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Renata P.’s story.