Bel Pesce e o empreendedorismo de palco: porque a Menina do Vale não vale tanto assim
Izzy Nobre
3.3K375

Parabéns pela matéria (com retrospectiva), Izzy.

Adorei!

Baltasar Gracian disse: “As coisas geralmente não são o que parecem. A ignorância, que nada vê além da casca, muitas vezes se transforma em desengano quando penetra no interior das coisas. Em tudo, a mentira chega primeiro, arrastando consigo os tolos numa vulgaridade infindável. A verdade chega sempre depois, por última, coxeando junto com o tempo. Quem é sensato reserva um dos ouvidos para a verdade, agradecendo a mãe Natureza, por nos tê-lo dado em dobro. O acerto vive retirado em seu interior, de modo a ser mais estimado pelos sábios e os discretos.”(A Arte da Prudência, aforismo 146)