Somos todos uma grande networking. Seus colegas de trabalho podem não conhecer aquela criança que praticou bulling com você quando você tinha 8 anos, mas são eles que lidam com algumas de suas ações diárias que são reflexos desse trauma, logo, mesmo que indiretamente, eles estão conectados com aquela criança. Você pode não saber que o irmão do seu colega do lado trabalha como voluntário com crianças refugiadas, mas seu colega toma atitudes altruístas a partir do exemplo de seu irmão e isto reflete positivamente no trabalho que você faz… Posso escrever um livro inteiro só com exemplos, mas acredito que isto não seja necessário, o ponto é que estamos todos conectados, mesmo que indiretamente, mesmo que contra nossa vontade, mesmo que sem nosso conhecimento prévio.

A partir do momento em que damos o primeiro grito de vida, já estamos impactando as vidas a nossa volta. Ninguém está imune a estas conexões. Ninguém pode se dizer completamente independente e livre de laços com outros seres humanos. Somos todos frutos de reflexos dos que nos cercam. Nem mesmo os pensamentos que temos são somente nossos. Todo e qualquer pensamento que possamos ter precisa ao menos de uma língua para ser formulado e esta língua é fruto de que? Conexões, comunicação entre pessoas.

É fácil esquecer o quanto estamos conectados, justamente por estarmos tão conectados, é uma relação natural e intrínseca, então se torna transparente aos nossos olhos, é como o ato de respirar (i n s p i r a… e x p i r a), você só se dá conta dos movimentos que faz quando volta seus pensamentos para isso, enquanto está vivendo normalmente seu dia a dia, é só uma ação automática e necessária para a vida. Exatamente como as conexões com os outros.

Esse é o momento em que você pode estar pensando: eu preciso respirar para viver, mas não preciso me conectar com outros seres humanos para isso. Pois bem, então sugiro que apenas se imagine, completamente sozinho, longe de qualquer outro ser humano, se isso não for suficiente, fique completamente isolado por 1 semana, sem nenhum tipo de contato com outros seres humanos, sem internet, rádio ou qualquer outra forma de comunicação… Não precisa de muito esforço para se dar conta do quão vazia e sem sentido a vida seria. (Se você tiver convicção do contrário ficarei feliz em ouvir sobre isso)

Somos todos, invariavelmente, dependentes de outros seres humanos. Não importa se sua rede de contatos é imensa ou se você costuma se comunicar com poucas pessoas, o que importa é que sim, todos precisamos desta rede de coexistência com outros seres humanos. Sabendo disso, é inevitável se dar conta de que somos reflexos uns dos outros. Seja por atitudes positivas ou negativas, seja por sentimentos, por admiração ou por proximidade física.

Os comportamentos humanos, as evoluções tecnológicas, as criações que a humanidade é capaz de construir, são todos reflexos. Reflexos de cada ser humano que habita ou já habitou a Terra, não existe uma única criação que não seja reflexo, não existe um único ser humano que não seja reflexo. Então reflita bem, reflita o que é bom, o outro também terá parte de seu reflexo com ele.