As atividades mais comuns de telemedicina:

(i) Teleassistência, o atendimento médico a distância.

A teleassistência pode ser descrita simplesmente como assistência médica a distância. Isso porque esse segmento da telessaúde permite que uma pessoa seja monitorada em sua própria residência por profissionais médicos.

Ou seja, em casos de emergência, o socorro pode ser prestado em poucos minutos. Para isso, o paciente, ao sentir mal-estar, pressiona um botão que liga automaticamente para o serviço de telemedicina. Em alguns casos, ele é também observado através de monitoramento 24/7. Já os gadgets de saúde são ferramentas incríveis, porque ajudam a elaborar um plano para melhorar seu corpo e monitorar seu progresso para que você possa acompanhar seus avanços. Em 2022, a capacidade dos dispositivos de monitoramento remoto para pacientes serão mais poderosos, eficazes e interessantes do que nunca. O clinicloud por exemplo, é um estetoscópio digital e vem com um kit médico com termômetro sem contato.

(ii) Teleducação, o ensino a distância.

A telemedicina também abre portas para o desenvolvimento intelectual e profissional do médico. Isto é, teleconferências, videoaulas e plataformas de e-learning podem ser utilizadas para a educação médica continuada. Atividades essas que são utilizadas e reconhecidas também em diversas outras áreas.

Além disso, dentre os métodos explorados atualmente pela teleducação e pela telessaúde, encontramos o conhecido aprendizado baseado em problemas (ABP). Nesse, os alunos são motivados a desenvolverem habilidades na solução de problemas em casos clínicos através da educação a distância.

Isto é, a tecnologia possibilita que alunos possam presenciar os casos clínicos dos mais comuns aos mais complexos. Portanto, é uma preparação que tange um grande diferencial para o currículo profissional e para o conhecimento do aluno participativo.

(iii) Telerradiologia e telelaudo, emissão de laudos a distância.

A telerradiologia é um serviço de radiologia a distância. É um dos segmentos da telemedicina que vem ganhando espaço no dia a dia de hospitais e clínicas. Oferece suporte aos serviços de radiologia otimizando todo o processo de realização dos exames, desde sua marcação com uma história clínica adequada do paciente, orientação de protocolos, até a entrega de um laudo de qualidade.

A parceria entre radiologistas e máquinas têm demonstrado a possibilidade de compensar o poder de imagem reduzido de doses mais baixas de radiação ionizante,emparelhando essas imagens de baixa dose com algoritmos que melhoram muito a qualidade da imagem, reduzindo o tempo de uma ressonância magnética.

Esse segmento da telessaúde é uma vantagem para centros de diagnóstico por imagem de clínicas e hospitais, pois:

  • agiliza o tempo para entrega de resultados aos pacientes;
  • capacita a entrega de resultados de acordo com a real urgência dos casos;
  • viabiliza a entrega de resultados para exames urgentes;
  • dispõe de médicos radiologistas especializados e sub especializados para regiões distantes de zonas metropolitanas;
  • auxilia o serviço de radiologia para a cobertura de férias e em caso de ausências não planejadas da equipe local de médicos radiologistas;
  • minimiza os problemas de qualidade dos laudos (erros de interpretação das imagens) com a consultoria a distância (peer-review);
  • é uma alternativa ao custo elevado de manter médicos radiologistas atuando em plantões nos períodos noturnos e finais de semana;
  • é uma saída para que a variação do volume de exames, em alguns períodos, não seja coberta pelo custo fixo;
  • dispõe a assessoria médica para técnicos de radiologia, inclusive em períodos de plantão noturno e finais de semana;
  • disponibiliza os resultados de exames e imagens médicas para acesso aos médicos que os solicitam.

(iv) Telecirurgia, a especialidade cirúrgica a distância.

Telecirurgia é a atividade na qual o cirurgião atua remotamente. Isto é, a visualização e manipulação são realizadas em local remoto através de dispositivos de telecomunicação de ponta.

O objetivo dessa atividade é prestar atendimento cirúrgico aos pacientes com limites de acessibilidade, que estão em ambientes perigosos ou que constituem risco à equipe cirúrgica. Portanto, para situações que não podem ser executadas dentro dos padrões normais de saúde.

A telecirurgia é praticada de duas maneiras. Através da teleconsulta, onde a assistência é prestada a um cirurgião por um especialista remoto durante o procedimento cirúrgico. E, através da chamada cirurgia robótica, onde cirurgiões qualificados manuseiam, a distância, braços robóticos, microcâmeras, ultrassom, laser e instrumentos, entre outros.

(v) Teleconsulta, a consulta médica a distância.

A teleconsulta nada mais é do que a consulta médica realizada à distância através da telecomunicação e imagem. Isto é, através da internet, com aplicativos e plataformas online, é possível que o médico realize o atendimento remoto do paciente. Ou seja, não há necessidade que ambos estejam no mesmo local para prosseguir com a consulta médica. A modalidade pode ser realizada tanto entre o médico e paciente como também entre profissionais de saúde para esclarecimento de dúvidas.Além disso, a teleconsulta, por ser um tipo de comunicação entre emissor e receptor, pode apresentar mais algumas especificidades. Ou seja, ela pode ser comunicação síncrona ou assíncrona.

No primeiro caso, ela indica a transmissão imediata, onde emissor e receptor estão conectados em tempo real através de um software de comunicação online (como visto na telecirurgia). No segundo, o atendimento não é simultâneo e pode ser realizado como uma espécie de perguntas e respostas através de e-mails ou softwares específicos e integrados. Portanto, não há necessidade do imediatismo ou da presença em tempo real dos envolvidos (como na telerradiologia).

Acima de tudo, a telemedicina já é uma realidade, sendo aplicada todos os dias com maior benefício para a população. Na democratização do conhecimento médico, contribui por meio de bibliotecas virtuais, teleconferências e demais ferramentas da telecomunicação. Beneficiando, assim, um grande número de estudantes e profissionais. E o mesmo acontece na aplicação da telemedicina com a robótica, onde vimos que, através da telecirurgia, é tecnicamente possível realizar uma cirurgia distante do paciente, em outro lado do planeta.

Esperamos que o avanço da tecnologia e da regulamentação continuem, com os passos largos desse início, e que possa ser uma alternativa confiável e economicamente viável para todos, para que assim seja possível, termos a medicina de qualidade ao alcance de todos.

Referências

https://telemedicina.fm.usp.br/portal/historia-da-telemedicina/

https://itforum.com.br/noticias/estudo-metade-dos-brasileiros-utilizou-a-telemedicina-na-pandemia/

https://portaltelemedicina.com.br/blog/telemedicina-o-que-e-e-como-funciona

https://oglobo.globo.com/economia/inteligencia-artificial-detecta-doencas-acelera-tratamento-23133349

https://portaltelemedicina.com.br/blog/5-vantagens-da-telemedicina

https://forbes.com.br/forbes-money/2021/09/sob-pressao-planos-de-saude-apostam-na-telemedicina/

D.L. Paul; K.E. Pearlson; R.R. McDaniel. Assessing technological barriers to telemedicine: technology-management implications.

Telemedicina: breves considerações ético-legais

Telemedicina e Telessaúde — Um panorama no Brasil

Russomano T, Cardoso RB, Fernandes J, Cardoso PG, Alves JM, Pianta CD, Souza HP, Lopes MH. Tele-surgery: a new virtual tool for medical education. 2009.

Rogério B. R.; Felipe C. I.; Ivan T. P.; Cláudia G. N. B.; Paulo R. L. L.; Carlos J. R. C. Avaliação do Crescimento da Telemedicina Brasil e no Mundo. 2018.

--

--

--

O centro de inovação da AstraZeneca voltada ao paciente. A evolução passa por aqui.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
A.Catalyst Brasil

A.Catalyst Brasil

O centro de inovação da AstraZeneca voltada ao paciente. A evolução passa por aqui.

More from Medium

Why 1031 and What Are My Options

Lessons Learned from 13 Weeks of Time Blocking

As a programmer, I learned 5 concepts that I use in my daily routine

Printing as a Service