This story is unavailable.

Engraçado, eu recentemente vi que tu curtiu um texto meu que fala basicamente da mesma coisa, vim aqui e acabei lendo isso :)

Se por um lado fico triste de ver que essa situação se replica exponencialmente e nem todo mundo tem os recursos e a coragem pra buscar uma solução(?), me sinto não tão sozinho nesse mundo onde a gente nem sempre compreende tudo que gostaria.

Sendo uma pessoa que convive com esse ~vazio~ já ha algum tempo, posso te garantir que: dias melhores sempre vem. E dias de merda também, talvez piores do que os que a gente tem encarado agora. Mas isso pode ser uma oportunidade para entender que a gente não necessariamente precisa depender das nossas emoções. Pelo contrário, se nos apegamos a isso, estamos fadados a não ter controle.

Parabéns pela iniciativa de escrever. Que mais pessoas tenham coragem de trazer isso a tona também.

abração

Like what you read? Give Antonio Mello a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.