As vezes a gente só precisa agradecer

LERIGOU LERIGOUUUUUU

Uma foto aleatória só pra ficar bonitinho ^^

Quando nois ta na merda é real oficial que nossa mente arruma mais motivo pra te colocar pau a pau com a Samara. Numa dessas, Sr Google foi responsável por uma bad trip tamanha mas que foi muito bem concertada por essa que vos fala.

Meu Drive tava lá acusando um armazenamento enorme e fui la ver o que tava conteseno porque tenho bem pouca coisa no Drive. Aí vi que existia um troço chamado Google Photos que eu desconhecia porque não usava. Nessa descobri que meu celular salvou umas fotos aleatórias de 2012, 2014 e principalmente 2015. E aí meus amigos já era.

Na linha do tempo recente da minha vida estamos assim: 2014 foi um dos piores anos da minha vida, 2015 foi um ano lindo e 2016 foi um ano foda. E não que 2015 tenha sido nossa, perfeito, só aconteceu coisas boas blablabla comida de gatinho. Não, não foi. Mas eu tenho tantas lembranças boas desse ano que quase esqueço dos perrengues.

E enfim, tava lá vendo as fotos dos rolês, dos shows, do meu aniversário mexicano mara, dos encontrinhos, minha primeira tattoo, o apê, dos meus bichos pequeninhos, parecia que até meu cabelo tava mais bonito. Aí uma multidão de sentimentos horrorosos começou a pipocar e me permiti sentir essa tristeza por uns minutinhos (saudações Elizabethtown) e já dei um chega pra lá.

Talvez seja porque eu estou num momento bem difícil agora, fica fácil olhar para o passado e achar que tudo era melhor mas gente, maior ilusão. Uma porque já passou. Nois queria as vezes voltar e viver cinco minutinhos daquele diz x super massa, claro que sim! Massssssss a galera de exatas não contribui e nada de avanços com a máquina do tempo então, perda de tempo total ficar pensando essas coisas. Dois que mano, todo o tempo que a gente passa achando que a vida agora tá uma bosta, estamos perdendo chances de tornar esse momento de HOJE, incrível.

Tudo são ciclos e se tem uma coisa que é inevitável é a mudança, coisas boas foram necessárias, coisas não tão boas são necessárias e basicamente isso é viver.

So, em vez de abraçar a bad parei e fiz um negócio que não sei se eu inventei ou se li em algum lugar (dolly feelings). Olhei aquelas fotos, abracei aqueles momentos (e meu cabelo lindinho de 2015) e só agradeci poder ter passado por aquelas coisas e ter conhecido aquelas pessoas e ter tido todas aquelas experiências e deixei ir embora.

Fácil não é, dá uma dorzinha, uma vontade de voltar mas depois dá uma paz e voltamos ao momento presente.

A vida é um troço agridoce. Não tem só coisas boas ou difíceis acontecendo. Tá tudo junto e misturado e as vezes a gente que é imediatista fica olhando só para a parte difícil sem aproveitar as coisas boas e depois passa e a gente nem vê.

Se você é um ser humano e está lendo isso (se não for, pode ignorar), tá ok sentir saudade. Tá ok lembrar e talvez até derramar lagriminhas. Mas como diria os grandes poetas do Inimigos da HP “Bola pra frente, cabeça erguida, tudo bem isso é normal” volta pro momento presente e tenta aproveitar o máximo do seu hoje. Provavelmente você tá passando por mil coisas que te tiram o sono, te deixam preocupade, te desanimam e te fazem querer desistir (#tmj #enois) mas muito provavelmente você tem um monte de coisinha super bacana acontecendo também, você deve ter pessoinhas maravilhosas perto de você, então foca nisso. :)

Ouve umas musiquinhas massa (Natiruts — Acústico no RJ sempre salva o dia galera), abraça os migo, as miga; faz vídeo chamada com quem tá longe, manda aquela zoeira praquele parsa, senta na sarjeta e troca ideia, faz um bolinho de fubá, abraça os gates, lê um texto que te faz sentir bem, desabafa, reclama, xinga aquela pessoa mala que infelizmente você tem que ver todo santo dia, troca memes com alguém, agradece essas coisas tudo que estão acontecendo e segue o baile. Amanhã é outro dia e o sol vai aparecer de novo.

p.s: 2017 está sendo mara galeris. Provavelmente o ano mas cheio de perrengue na história da minha vida sem brinks, mas to aí focando nas coisas boas que tem sido um monte também.

p.s2: tirando minha franja cagada cosplay do Chewbacca meu cabelo está mutcho mais lindjo hoje. Xupa essa 2015!

Like what you read? Give Adélia Pedroso a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.