Engenharia de Software: Onde publicar?

Uma pergunta que alunos de mestrado e doutorado em Engenharia de Software (ES) costumam fazer a seus orientadores é: onde publicar meu trabalho? Mais especificamente, a pergunta é para onde enviar, já que não há garantia nenhuma de que um trabalho submetido seja aceito para publicação.

Eu não fiz nem mestrado nem doutorado na área de ES. Na área de Lógica para Computação eu conhecia quais eram os bons periódicos (journals):

  • Logic Journal of the IGPL
  • Journal of Logic and Computation
  • Logical Methods in Computer Science

entre outros.

Em primeiro lugar, sugiro que leia a obra de Gilson Volpato. Ele explica muito bem, em seus livros e textos, como escolher um local para publicar seus resultados antes mesmo de começar a fazer a pesquisa. Não é uma boa estratégia fazer pesquisa mal feita e depois tentar achar um local para publicação.

Tendo isto em mente, a melhor lista que conheço de periódicos de Engenharia de Software está na página do professor Robert Feldt:

Fonte: http://www.robertfeldt.net/advice/se_venues/

O professor Feldt teve o cuidado de selecionar apenas periódicos que de fato são da área, pois o ISI classifica na área de ES veículos de outras áreas ou genéricos. Claro que você também pode submeter seu artigo a estes veículos, mas para fins de submissão é bom saber quais são realmente da área.

Como ele se limita a periódicos que estão no ISI, periódicos que ainda não estão lá e parecem bons estão fora. Um exemplo:

Claro, não estou falando aqui de Conferências. O impacto destas é melhor capturado pelo Google Scholar. No link https://scholar.google.com/citations?view_op=top_venues&hl=en&vq=eng_softwaresystems você pode ver a lista atual. Importante:

  • A lista inclui também periódicos.
  • A lista é para Software Systems. Inclui conferências e periódicos que não são de Engenharia de Software.

Outra fonte que pode ser útil para brasileiros é o QUALIS. Veja este ótimo link da UFMT: http://qualis.ic.ufmt.br/. Mas o QUALIS tem uma série de características que o faz supervalorizar alguns eventos/revistas. E eventos/revistas em que nenhum pesquisador atuante no Brasil publicou no período de avaliação simplesmente não aparecem lá.

Uma última observação: não publique artigos em língua portuguesa. Fazer isso é condenar seu artigo ao esquecimento. Nenhum pesquisador estrangeiro sério vai citar seu trabalho. Infelizmente eventos como o SBES ainda aceitam artigos em português. Não deveriam. Deveriam fazer algo como o WBMA faz: a submissão pode ser em português mas a publicação final tem que ser em inglês.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.