Sentimento estranho.

Veja bem, eu não entenderei sobre sentimentos se eu não me dispuser a pelo menos tentar entendê-los.

“Eu muito que não entendi”, quando isso tudo aconteceu e foi tudo tão rápido. Solteiro há algum tempo, não percebi o quão rápido você chegou, me obrigando a me mostrar disponível, atencioso e recíproco a compartilhar os fragmentos mais sinceros e límpidos que restam em mim. Fragmentado.

Não notei que em questão de horas, todo esse jogo de “quero te conhecer e quero bis” me encantariam e traria toda a insegurança à tona, como criança boba que não vê a hora de soprar velinhas em seu aniversário. Eu senti o estômago na boca quando nos beijamos.

Percebi ali, que em apenas 2 horas de conversas jogadas fora, fosse ter mais vontade em ver você. Não aceito o morno, até porque não entendo ele. Acredito que ao tentar explicar as coisas da qual passam pela minha cabeça, tenha sido muito mal interpretado. Mas esse sou eu, profuso e confuso. Sim precisava pegar leve, mas como compreender a insensatez desse jogo todo? Ouvir você falar sobre coisas que até então nem faziam sentido pra mim e criar mais fôlego para ouvi-las, não foi difícil.

Acabei percebendo o quão imaturo fui e sou normalmente. De meter pés pelas mãos e não aceitar as diferenças entre as pessoas, de não aceitar e não entender porque não é feito o lógico.

Percebi o jogo. Jogo esse que entendo, hoje há o mundo virtual, caras mais fáceis, descomplicados. Mentiras. Percebi a insegurança por não acreditar em quase nada do que era falado. Notei os pequenos deslizes, as pequenas incoerências, para quem se dizia/diz aberto e sincero. Não julgo. Sei que há pessoas e HÁ pessoas. As com “há” são as pequenas, rasas, superficiais e pessoas “HÁ”, que são sempre profundas incógnitas e belas.

Notei o bom moço que eras, mas me amargurei na falsa sensação de segurança e de esperança que havia. Ilusão, crio e vou criar sempre ilusões do que eu acredito ser melhor. Até Pq se eu não o fizer, quem fará com que Q vida seja menos racional? Te quis, te quero é te queria.

Não espero mais retorno. Falei, meti os pés pelas mãos, querendo ou não. Mas esse sou eu, confuso e apaixonado. Rápido e insensato. Direto e intenso.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.