Peregrino da América

Não quero visitar nenhuma cidade que seja patrimônio da Unesco

Se é tão nosso, eu quero ele bruto
O amor no campo
Arados e sementes criando a vida
As xícarazinhas de café pelando
no sul do Uruguai

Lá lamberemos os dedos 
todos sujos de doce de leite
Por favor, que eu viva como realmente é

Que os turistas engulam Punta Del Este
Seis milhões erguidos em pedra

Que os turistas se engulam

Eu só quero ser um.
Um peregrino da América.

Like what you read? Give Adriel Raitz a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.