Convença os usuários a permanecerem em seu e-commerce

A maioria das lojas virtuais vêm se esforçando para aumentar o número de visitas em seu e-commerce. Entretanto, um elevado tráfego não pode ser um objetivo ímpar das suas campanhas (marketing digital). Para averiguar a importância de sua loja e saber se ela é capaz de reter e atrair a atenção de seus futuros clientes, é imprescindível analisar outros indicadores, entre eles o bounce rate (taxa de rejeição).

  • Você sabe o que é taxa de rejeição?

A taxa de rejeição é a porcentagem de usuários que abandonam o seu site sem percorrer por outras páginas dele e clicam em links presentes na home (página de entrada).

Se um amplo número de visitantes retornarem para a página de resultados de pesquisa assim que eles se conectarem em seu e-commerce sem navegar pelas páginas dele, o Google pode julgar seu site como irrelevante para os usuários. Isso quer dizer que a taxa de rejeição interfere de forma direta em seus ranqueamentos.

Preparei este artigo para explicar como executar ações que amenizem a sua taxa de rejeição, afim de melhorar o SEO quanto a experiência do usuário em sua loja.

  • É sempre um problema ter alta taxa de rejeição?

Nem sempre, o fator decisório para esta resposta seria a estrutura do seu site. Em alguns casos, uma taxa de rejeição grande é bastante comum, já em outros, é problemática.

Sites de e-commerce:

Como o propósito de qualquer site de e-commerce é estimular os visitantes a comprarem, uma alta taxa de rejeição pode ser um presságio de uma estratégia de marketing vazia.

Se os usuários estão saindo de seu site após visitarem apenas uma página, é pouco provável que eles tenham realizado um pedido ou uma compra. Por este motivo, a taxa de rejeição é um indicativo relevante que os sites que ofertam serviços ou produtos devem considerar.

Blog:

Quando citamos os blogs, a alta taxa de rejeição pode ser esclarecida com o fato de que as pessoas já analisam o seu site e retornam frequentemente para ler artigos atuais/recentes sem ir a fundo e buscar outras páginas da loja virtual. Contudo, também pode ter o sentido de que os ‘‘navegantes’’ não consideram o seu conteúdo significativo e saem logo após entrar. Em vista disto, devemos encontrar formas de apelar para a atenção deles e fazê-los querer achar/conhecer outros conteúdos do seu e-commerce.

One-page:

Se a sua loja virtual contém somente uma página, os internautas que visitam o seu site são impostos a sair sem ter sondado outros conteúdos, mesmo se eles ficaram absolutamente realizados com as informações e a visita.

A taxa de rejeição não é um indicador considerável nesta situação, e o Google indica o uso de variados métodos de rastreamento, por exemplo: Eventos.

Em todos os casos:

Depois de ter verificado uma alta taxa de rejeição, você precisa realizar uma análise, entender de forma correta e

tomar decisões precisas. Utilize o Google Analytics para estudar conexões com outros dados, como por exemplo:

  1. O tempo em que permaneceu no site;
  2. A associação de visitantes antigos e visitantes novos;
  3. Quais são as páginas que possuem a maior taxa de rejeição;

Com estes dados em mãos você pode começar a agir.

  • Reduza a sua taxa de rejeição em alguns passos:

Você já deve saber que existem diversos parâmetros que podem abalar a sua taxa de rejeição. Agora como melhorar

esta situação? Corre pra conferir as super dicas que preparei através deste post para te mostrar os principais passos para diminuir o seu bounce rate.

Aprimore a experiência do internauta desde os primeiros instantes em seu e-commerce:

Os dispositivos de busca proporcionam aos usuários uma gama de sites, por isso se torna cada vez mais árduo chamar e reter a atenção deles.

Os visitantes tomam a decisão sobre a significância de um site num piscar de olhos. Se você deseja com que eles permaneçam por mais tempo em seu site, se esquive de elementos que possam afetar a experiência do usuário.

  1. Remova os elementos bloqueados (ex: animações em Flash) que necessitam da instalação de um plug-in (especial);
  2. Amenize o tempo de carregamento da sua página. Cogite deletar o conteúdo bastante pesado ou reduzir alguns componentes do seu site. Mediante diversos estudos se o site não carregar em 3 segundos, 57% dos visitantes retornam para a página de busca;
  3. Retire os elementos que nunca cativam: publicidades, pop-up, música que começa tocar sozinha, etc.

Aprimore o valor e a qualidade de seus conteúdos:

A ideia primordial é de postar conteúdos intuitivos e úteis para reter a atenção dos leitores. Se atente ao perfil do seu cliente,busque descobrir quais são as necessidades deles e quais palavras-chave eles utilizam nas pesquisas no momento da busca.Defina temas que atendam às necessidades de seus futuros clientes e oferte respostas para problemas específicos.

Lembre-se de aperfeiçoar o seu conteúdo para que eles se tornem valorosos e atraiam o seu público-alvo.

  • Analise as tags de título e descrição meta. Eles precisam ser relevantes com o conteúdo que você oferece, caso contrário, os visitantes sairão desapontados ao clicar na descrição do seu site nos resultados de busca.
  • Evite inserir backlinks para sites cujo tema não correspondem com o tema do seu. Para identificar esses tipos de backlinks e outros backlinks tóxicos que podem atingir o ranqueamento do seu site, você pode utilizar Auditoria de Backlinks da SEMRush ou Ahrefs.
  • Evite palavras-chave genéricas que podem ser utilizadas para abordar temas heterogêneos. Se o seu e-commerce ficar visível entre os primeiros resultados de busca mas o tema da pesquisa não ‘‘bater’’ com os seus produtos e serviços, sua taxa de rejeição vai alavancar.

Não se esqueça de analisar que as promoções que você realiza nas redes sociais sejam harmoniosas. Se você divulgar algo distinto de conteúdo do seu post, os internautas vão sair do seu site num piscar de olhos.

Examine os links internos do seu site:

Aprimore os links internos do seu site para fazer conteúdos de excelência mais disponíveis para os usuários.

  • Gere links interligando conteúdos relevantes. Lembre-se: quanto mais a estrutura temática do seu site for nítida para os usuários, ela se tornará mais clara para o Google também.
  • Produza âncoras para seus conteúdos que descrevem os textos sem enganar e ao mesmo tempo retenham atenção dos usuários.
  • Oferte artigos e conteúdos relacionados ao conteúdo da página que o seu usuário estiver consultando no meio ou no final do texto — assim você vai ampliar as chances de levar o visitante para diferentes páginas do seu site.

Produza call to actions motivando o clique:

Para abaixar a taxa de rejeição, é também essencial criar call-to-actions para motivar os visitantes a descobrirem páginas táticas (estratégicas) do seu site. Os call-to-action significantes também podem permitir-lhe transformar seus visitantes em leads.

  • Insira call-to-actions estrategicamente em suas páginas, atestando que eles são relevantes.
  • Averigue que os botões são explícitos. Defina uma cor que possibilite ressaltar o botão na página
  • Deixe as vantagens bem nítidas e acessíveis para serem clicadas. Acentue o valor prático que você está ofertando.

Qual é a regra certa de práticas para aperfeiçoar as páginas?

Para iniciar descubra quais são as páginas que possuem a maior taxa de rejeição. Um bom método, em seguida, é refinar as páginas na ordem na qual elas são mostradas para o usuário, como se você estivesse desatando sucessivamente nós em uma corda.

É preciso ter prudência! Não se esqueça que, para certas páginas, taxas de rejeição altas é algo normal. Este pode ser o caso da página de contatos, onde o convertimento é realizado quando o usuário leva seu número para ligar. Este é o último rastro da viagem que usuário percorre pelas páginas do seu site.

Fechando o artigo:

A grande taxa de rejeição costuma ser um indício de que o visitante não se deparou com o que ele buscava ao chegar em uma página, ou que a navegação pelo site não estava legal e não conseguiu oferecer uma boa experiência.

Sendo assim, temos que detectar os problemas do site usando as ferramentas corretas, e efetivar as soluções necessárias, para mandar um sinal otimista para o Google: seu site chama e cativa usuários.

Mais uma vez, o segredo de sucesso consiste em entrar na vida do seu visitante: qual é a sua intenção e o que o impede de alcançar o seu propósito? O que ele espera, de onde vem?

A taxa de rejeição é um ponto chave de experiência do usuário em todas as esferas: progredindo essa métrica você terá outros efeitos positivos, que você poderá rastrear acompanhando tais indicadores como, por exemplo, tempo de permanência na página!

Se gostou, tem dúvidas ou sugestões comente aqui embaixo!