Muito bom o seu texto.
Flavio RB
11

Muito obrigada, Flavio! Pelas palavra e principalmente por saber que meu texto causou essa reação em ti. De verdade.

Quanto a relacionamentos poliafetivos, há uma diferença característica entre triângulo amoro e poliamor. Na minha concepção (não sei se existe fundamento para isso), triângulo amoroso é o conflito e acontece em algumas obras que você citou. É quando não há comum acordo, quanto à situação, entre todas as partes. Não existe aceitação entre todos os envolvidos. Já no poliamor, há a harmonia (pelo menos a ideia dela), entre todos.

O triângulo amoroso estaria para um relacionamento onde há um casal central e surge uma terceira pessoa, daí o conflito e o poliamor seria a relação harmônica com base na aceitação entre todos os envolvidos, não necessariamente a participação afetiva entre todos, já que esta pode estar centralizada em um dos indivíduos.

Talvez a ausência de conflito característica do poliamor seja o tal ponto evolutivo. O qual não damos crédito à existência devido ao nosso modelo atual de relacionamento.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.