Como o Barcelona desenvolve a formação de seus jovens atletas – O que podemos aprender com isso.

Há um provérbio chinês que diz a melhor época de se plantar uma árvore foi a há 20 anos atrás. O segundo melhor tempo é agora. É sobre esse conceito que o Guerreiros Corais se desenvolve. Precisamos fazer a base Coral um seleiro de bons atletas. O Nordeste é muito forte nisso. Como comprovação, na Série A de 2018, aproximadamente 17% dos jogadores eram nordestinos.

Já abordamos conceitos sobre o Ajax e o Arsenal, agora é hora de falarmos sobre o clube mais famoso do mundo para a formação de atletas. O Barcelona, responsável pela formação de atletas como Messi, Xavi e Iniesta não poderia ficar de fora dessa lista.


Como o Barcelona trabalha sua academia de futebol:

Sandro Rossel, Ex-presidente do Barcelona usou a seguinte frase para explicar o conceito do La masia

“Para o Barcelona isso não é negócio. É um sentimento”

E complementa dizendo que “os seres humanos se desenvolvem por conta própria quando aprendem com seus erros. É importante que, quando tropecem, devemos ajuda-los a entender que ainda estão aprendendo.

Após a frase que serve de reflexão do ex-presidente do Barça, alguns fatores-chaves são importantes para o clube, como a regra de que atletas não podem ter agentes antes dos 15 anos e que o sistema e modelo de jogo desenvolvido pela base é a mesma utilizada pelos profissionais.

Parando para entender um pouco a visão e filosofia do clube, boa parte do que o Barcelona é hoje tem relação com a história e ideologia local. O clube valoriza a regionalidade. O elemento “Catalunha” é muito forte no Barça, a comprovação disso é que 80% do total dos atletas são da região. Isso faz com que seja criado uma identidade muito forte e um espírito de grupo.

Também é fundamental perceber que o programa do clube tem o intuito de desenvolver essencialmente jogadores para a equipe profissional. Fazer com que os atletas progridam para a equipe principal é a chave do sucesso.


Diferente dos demais clubes, o time principal do Barcelona não serve de referência para os atletas da base. O fato, na verdade, é o oposto. O time principal segue o modelo estabelecido na base, tendo em vista que os atletas foram desenvolvidos por um sistema, educados e treinados para performar nos maiores níveis esportivos.

Na abordagem técnica alguns dados são surpreendentes.

  • O clube possui 43 treinadores na base do Barcelona e estimulam competições desde cedo.
  • A partir dos 12 anos disputam ligas locais de 7x7 e a partir de 13 anos jogam 11x11 em nível regional e nacional.
  • Na temporada 2011/2012, estavam 52 crianças com 11 a 12 anos alojadas na Academia. 16 da Catalunha, 16 de outras regiões da Espanha e 20 do resto do mundo.
  • Possuem uma excelente parceria com a Instituição de Eto’o para avaliar e trabalhar com atletas africanos vindo do projeto.
  • Todos os atletas estudam na mesma escola pública e são fortemente encorajados a estudar
  • 11 atletas do Barcelona B atualmente estão fazendo Graduação.
  • Importante saber também que treinos físicos específicos não são iniciados até o sub16.

Outra parte da formação do atleta é um sistema desenvolvido para gerar um atleta hábil, combinando esporte, desenvolvimento pessoal e educação para que possam atingir seu potencial como atleta de elite no cenário de desafio extremo e possa ajudar crianças que seu potencial verdadeiro. A lógica é, se a criança não gostar do que faz, ela não irá evoluir.

Quanto as sessões de treinos, o foco é criar um time com as individualidades, levando em consideração as características particulares de cada jogador no qual o treinador precisa acertar a ambição da equipe e torna-los mais fortes a partir da soma individual. Ou seja, os treinadores preparam treinamentos para desenvolver a individualidade dos atletas para gerar hábitos e habilidades que somem no trabalho coletivo. Para isso os treinadores explicam as atividades e não tratam as crianças como mini adultos. Crianças de 8 anos precisam se divertir e saber o que estão fazendo enquanto pratica com o treinador.

Um ponto que difere de vários clubes é que o Barcelona considera as questões físicas como segundo plano, focando principalmente no desenvolvimento das técnicas e da criatividade dos atletas. O atleta é treinado para imaginar melhores soluções durante a ação e ter a técnica apurada para realizar.


que aprendemos e usamos:

O conceito do Barcelona é muito complexo e tem bases sociais e uma mudança cultural interna que possui décadas. Não é algo fácil de se ajustar e importar para a Academia Guerreiros Corais. Porém, alguns itens são válidos e podem ser aproveitados.
A questão do trabalho físico não iniciar antes dos 15 anos é bem interessante e é alicerçado por conceitos científicos relativamente modernos. A preparação “física” dos atletas jovens precisam ser realizadas a partir da intensidade dos treinamentos com bola. Precisa haver o prazer em jogar, desenvolver habilidades técnicas e isso irá gerar a evolução física para os atletas.
Focar nas individualidades também é algo que temos que trazer como mantra. O trabalho é coletivo, mas a formação do atleta é individual. Para a formação de atletas, é importante que seja analisado e trabalhado a evolução individual de cada jogador.
O conceito de que a formação de um atleta deve ser um sentimento do clube e não apenas um negócio é algo que o Guerreiros Corais tenta implantar o conceito que equilibre a Academia como negócio e formação esportiva com sentimento. Temos como missão fazer a diferença na vida das crianças e jovens em todos os cantos do Nordeste a partir do futebol.

Gostou? Segue nosso Instagram e visita nosso site!

    Academia de Futebol Guerreiros Corais

    Written by

    Queremos fazer a diferença na vida das crianças e jovens a partir do futebol. Unidades de formação em Futebol oficial do Santa Cruz Futebol Clube

    Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
    Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
    Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade