O que aprendi no 1º encontro de Growth Hacking do Brasil

Foto publicada com a #GrowthHackersSP

No dia 16 de março, em uma quarta-feira de bastante calor, eu peguei um avião para São Paulo para participar do 1º encontro de Growth Hacking do Brasil, o Growth Hackers SP organizado pelo Marcelo Pimenta. Nessa oportunidade eu pude aprender muita coisa sobre growth e ver de perto os cases e histórias de muitas gente importante. Entre as empresas participantes estavam: NuBank, Resultados Digitais, AIO, Eventbrite, Mova Mais, Nova Haus e Movile.

Baseado nessa minha experiência, separei algumas falas que me chamaram atenção e para organizar isso e compartilhar com todos, eu separei por empresa cada conteúdo que achei legal, então lá vai:

Marco Gomes: co-fundador da Mova Mais

  • O melhor a se fazer é lançar algo beta e ir implementando melhorias do que segurar lançamento, porque aí tu pode perder o timing e alguém fazer antes de ti.
Growth não é só crescimento é aprender a resolver problemas.
  • RP e propaganda em cima da tua marca pode ser tudo em alguns momentos, mas prometer aquilo que você não pode fazer é a pior coisa > Não setar uma expectativa falsa.
  • Cuidado com as super promessas.
Flyer oficial do evento que infelizmente não teve a Michelle Ramos do Spotify, ela ficou doente.

Rafael Carvalho: Growth Hacker do Nubank

  • Atendimento de qualidade + interface intuitiva + MGM (sistema de convites), foram as principais ferramentas de crescimento da NUbank.
  • Todo crescimento deve ser blindado — Nunca largue todas as novas funcionalidades de uma vez só, segure elas e largue aos poucos para gerar engajamento e manter o público engajado.

Gabriel Costa: Growth Manager da Resultados Digitais

  • O Inbound marketing só dá resultado depois de 6 meses de implementação — descoberto a partir da experiência com o RD station
  • Não faça do seu negócio um self-service, isso é perigoso e pode gerar uma grande perda de clientes que não entenderam como funciona a sua solução.
  • Manter as expectativas dos clientes é essencial.
Principais técnicas de SEO que estão funcionando atualmente (retiradas de uma análise gringa de sites melhores rankeados):
1º Conteúdo de qualidade é o mais importante
Com até 1800 palavras
Diferentes tipos de formatos = fotos, vídeos, infográficos
Linkagens externas em peso
  • Refaça postagens antigas do seu blog continuamente até que ela se posicione bem.
  • Teoria da 2ª página do Google — Tente reposicionar suas postagens que aparecem em segundo para primeiro.

Matt Montenegro: CEO do Aio

- O Matt contou o maior hack que ele já fez na vida. Quando ele começou a plataforma dele de cursos online, ele notou havia demanda para cursos, muita gente solicitava cursos, mas poucos professores usavam a ferramenta, fazendo com que existissem muitos alunos e poucos professores, então ele cadastrou 10 cursos fantasmas com conteúdo que estavam em alta dentro da plataforma e foi atrás dos professores que pudessem dar essas aulas. Ele não conseguiu todos os professores, então acabou aprendendo sobre os conteúdos e ele mesmo dando algumas aulas. Resumo da história, ele conseguiu 20 mil usuários para o espaço em apenas 3 meses.
  • Eventos gratuitos têm 30% menos participação do que pagos.

Hugo Bernardo: Country Marketing Manager da Eventbrite

  • O Growth Hacking é algo passageiro, é preciso pensar em soluções que sejam sustentáveis e que apoiem esses hacks.

Suzana Bueno: Growth Hacker da Movile / PlayKids

A Suzana trouxe uma palestra sobre análise de dados e testes.

  • Testes devem ser rodados com seu produtos e propaganda dentro do ciclo de compra que ele possui.
  • Não existem padrões de análise, mas o importante é usar o método científico tradicional.

Quem quiser saber ainda mais sobre como foi o encontro, pode assistir o vídeo na íntegra aqui:

Ainda rolou um link do próprio Pimenta, é só clicar aqui e sacar tudo.