Bagunça

Entrou e bagunçou. É assim que eu posso explicar a sua presença na minha vida. Quando você chega todo lindo e engraçado eu nem sei mais o que está acontecendo ao redor, porque tudo o que eu consigo prestar atenção é você. Quando te vi pela primeira vez, na minha primeira vez, eu estava bebendo um copo d’água e o copo parou no meio caminho e eu fiquei olhando para você sem disfarçar. Com pensamentos safados na cabeça. então você me olhou e a forma que você me olhou já me disse alguma coisa… Tá, vamos parar por aqui, porque por mais que esse texto tenha essa finalidade de descrever o que você foi pra mim, chega de falar dos momentos especiais. Momentos especiais para mim. Como quando a gente se olhou pela primeira vez e nesse momento percebi algo forte entre nós (eu e metade do mundo), ou quando nos beijamos…

Eu sempre tentei falar com você. Inúmeras vezes, até perdi as contas, mas sempre que eu ia atrás de você, sim, porque eu jamais desisti de você, eu ia sempre com o coração na mão porque eu nunca sabia o que ia acontecer. Eu sempre achava que era a hora certa, mas nunca era, quando eu mostrava que queria ser mais do que uma amiga você já me cortava e me mandava aquela dolorosa frase: “Somos SÓ AMIGOS!”, o que na primeira vez cortou o meu coração, chorei e passei mal por uns três dias. É, meu amor, até de cama eu fico por sua causa. Mas depois que passei a ouvir essa frase mais algumas vezes, fui me acostumando com ela e vendo que ela simplesmente não tem nada a ver com a gente. Eu e você nada temos a ver com amizade. E você já sabe disso. Eu sei que sabe. Porque sempre que nos falamos você fica feliz que eu te procure. Eu te conheço. Pode ter sido pouco o tempo que passamos juntos, mas eu te conheço.

Mesmo depois das coisas horríveis que me disse só para me afastar eu não sinto ódio nem mágoa de você. Claro que eu confesso que fiquei muito, mas muito puta da vida com você, quando você disse aquelas coisas horríveis e começou a me tratar mal simplesmente do nada, mas hoje eu não sinto nada disso por você. Eu tentei, eu juro que tentei te odiar, mas não. Eu entendo a sua situação e entendo o motivo de me afastar, mas tudo isso que está passando vale a pena? eu vejo e sinto que não está feliz. por um ano inteiro fui atrás de você, me machuquei, dissemos coisas que não queríamos e sofremos, mas entendo. Eu entendo. Porque o sentimento que tenho por você é forte demais.

Esses dias estava lendo uma reportagem do qual uma atriz estava sendo questionada sobre relacionamentos e ela disse a seguinte frase: “Eu acho que amor maior é deixar o outro ir.” Demorei a entender essa frase, mas é verdade, durante esse ano em que sofri, chorei e me machuquei não te deixei ir, por medo de não voltar, mas por essa ligação muito forte que sinto com você anda acredito que de alguma forma você vai voltar. Eu não entendo essa coisa que sinto com você, é forte, às vezes te sinto tão forte que preciso olhar do outro lado da rua para ver se você não está ali ou olhar por sobre o ombro para ter certeza que você realmente não está perto de mim. Sempre que saio da minha casa olho em volta para ter certeza que a sua famosa moto preta não está por aqui e quando percebo que não está, abaixo cabeça frustrada com o óbvio e sigo meu caminho. Mas agora vou seguir a minha vida. Te fiz uma promessa de nunca deixar de escrever e aqui está ela sendo cumprida.

Mesmo depois daquelas coisas horríveis que você disse apenas para me afastar, não sinto raiva nem ódio por você. O sentimento cresce a cada dia. Nem eu entendo o que acontece em relação à ele. Afastar uma pessoa via mensagem de texto é muito fácil, porque mesmo você escrevendo coisas horríveis que você jamais diria para ela pessoalmente, quem está recendo não sabe disso. Já quando você tenta afastar uma pessoa olho no olho, ela te conhece e mesmo você falando coisas horríveis para ela, essa pessoa irá se aproximar, segurar seu rosto com as duas mãos e olhar dentro dos seus olhos e dizer: “Eu ão acredito em nada disso do que você está me dizendo.” É, eu sou um pouco cinematográfica, mas quando esse rapaz tentou me afastar olho no olho, foi essa a minha a reação. Não deu certo, porque o sentimento que temos um pelo outro é forte.

Agora, porém, não é nossa hora. Tudo nos indicou que não fomos feitos para ficar juntos, mas eu não desisto fácil. não quando acredito que uma coisa, nesse caso ALGUÉM, vale tão a pena. É uma coisa que não consigo explicar e não sei se um dia vou conseguir explicar, uma coisa que cresce cada dia mais dentro de mim. Eu acredito em uma coisinha que se chama Destino. E comecei á acreditar nele quando o conheci, que foi na mesma época em que li o livro mais lindo da minha vida “Meu Nome É Memória”, onde Lucy é apaixonada por Daniel, mas acha que ele é bonito demais para ela e que ele chamais olharia para ela. Só que o que ela não sabe é que o amor deles é de outras vidas e que o verdadeiro nome de Lucy é Sophia. Foi por causa desse livro lindo e desconhecido que comecei a acreditar em destino.

Amor maior é deixar o outro ir, mas eu não estou te deixando ir. Nunca. Em nenhum momento, você está sempre aqui comigo. Uma marca, como você mesmo disse.