Marketing Verde

Agência Caixa Preta

Você já deve ter percebido por aí como algumas empresas fazem muita questão de deixar claro para os clientes como estão engajadas com a sustentabilidade, e como seus produtos são “verdes”, eco-friendly, 100% naturais, dentre tantas outras expressões “da moda”.

É um infindável discurso de “produtos amigos do meio ambiente”, “nossa produção não agride a natureza”, “usamos apenas materiais recicláveis” e podemos ver até propagandas pagas destinadas apenas à transmissão dessas informações.

Mas por que elas fazem isso?

Afinal, o que é marketing verde?

Marketing verde, também conhecido como marketing ambiental e ecomarketing, nada mais é do que uma estratégia de marketing que foca nos benefícios (ou na ausência de malefícios) dos produtos, do modo de produção, ou da postura em geral da empresa em relação ao meio ambiente.

Resumidamente, estamos falando de um marketing com apelo ambiental.


Princípios do marketing verde

Para estar de acordo com o marketing ambiental, o empreendimento deve ser:

  • ecologicamente correto
  • economicamente viável
  • socialmente justo
  • culturalmente aceito

Ou seja, percebe-se a necessidade de responsabilidade não somente ambiental, mas econômica, social e cultural.

Além disso, a empresa deve dar total atenção a algumas letrinhas.

Os 3 Rs: Reduzir, reutilizar e reciclar.

E os 4 Ss: Segurança, Sustentabilidade, Satisfação do Consumidor e Aceitação Social (Social acceptance).

Investindo nesses aspectos, a empresa irá não somente economizar energia e dinheiro nos processos produtivos e colaborar para um meio ambiente saudável, como também lucrar — e aqui estamos falando de lucro de qualidade, e não somente de quantidade.

Por isso é fundamental que o marketing verde seja pautado em reais atitudes, e não somente um “discurso verde”.


Como inserir o marketing verde na sua estratégia

As atividades de sua empresa devem objetivar reduzir os impactos ambientais negativos (dentro das possibilidades) e preservar o meio ambiente.

Para isso, é possível, por exemplo, substituir produtos que agridem o meio-ambiente por produtos que não agridem (ou agridem o menos possível).

Mas não só isso: os donos e fundadores da empresa também devem ter os valores e as atitudes alinhados com esse pensamento ambientalmente correto.

Uma vez que os principais representantes da empresa tenham incorporado esses valores, isso deve ser divulgado e repassado também para os funcionários e processos da empresa.

Após a transformação nas atividades da empresa e nas atitudes dos fundadores e donos, a nova filosofia adotada por sua empresa deve ser explicitada para os consumidores.

Deixe então a consciência ecológica de sua empresa em evidência, e agregue, dessa forma, valor à marca. E a partir daí colha os frutos: o apelo ambiental gerará simpatia da população e ainda mais consumidores para seus produtos.


Se você ainda não investe em marketing verde, é hora de começar.

Seguindo o exemplo de várias empresas que tiveram sucesso após adotar essa estratégia, sua empresa poderá ter vários benefícios, que são, em síntese:

  • Ter um diferencial em relação aos seus concorrentes
  • Ganhar credibilidade e agregar valor à marca
  • Conquistar a simpatia da população
  • Atrair os consumidores mais conscientes