O Conluio da Polícia de São Paulo

Enquanto a Secretaria de Segurança Pública tenta convencer a sociedade que os homicídios estão caindo na Cidade, empurrando relatórios de estatísticas de diminuição, cresce muito o número de denúncias contra a atuação de policiais militares.

Em setembro assistimos ao vídeo de uma câmera de segurança, que mostrou um PM executando um suspeito de roubo. Nessa “espetacular” ação da Polícia, cinco policiais em cena forjaram uma troca de tiros, colocando uma arma na mão do homem já morto. Bem bolado? eles acharam que sim, mas como nem a própria Polícia acredita na segurança, não contavam que uma simples uma câmera de vigilância na rua, pudesse os entregar.

Hoje a notícia é de tortura, um homem preso por roubo na Zona Leste, levou choque no pescoço, costelas e pênis, além de ser ameaçado com uma faca. Reparem nos equipamentos dos policiais! Faca? Ora, por que diabos um PM anda com uma faca? Talvez seja parte do treinamento de sobrevivência na selva, talvez seja para descascar uma laranja ou quem sabe, ele ás vezes precise de ajuda com os sapatos … Nunca saberemos! Mas para tentar contar uma história de justiça, o delegado do caso prendeu o assaltante e também o Sargento que comandava a ação, e depois, ele mesmo foi embora escoltado.

Não é verdade que a Polícia atira primeiro e pergunta depois, ela também pode esfaquear primeiro.

Texto: Frederico Torres / Foto Isis Utsch

Show your support

Clapping shows how much you appreciated CHOQ LIVRE’s story.