ANALISE RESULTADOS PARA OBTER MAIS RESULTADOS!

Selecionar as métricas importantes para sua marca é fundamental quando se trata de aprimorar as estratégias em marketing

A palavra de ordem é “resultado” e não é para menos, pois todas as empresas e pessoas querem atingir metas. Para isso, é necessário analisar o que estamos fazendo agora, mas, então, precisamos ponderar todas as nossas ações? NÃO!

O que importa são as que estão diretamente ligadas com nossos objetivos, portanto devemos selecionar os pontos que “merecem” ser avaliados a fim de otimizar tempo e investimento, principalmente quando estamos falando de marketing digital.

Vamos à prática com um exemplo: um e-commerce de cosméticos quer aumentar as vendas pelo site e quer promover uma determinada marca de batom por meio das redes sociais. Quais métricas ela deve analisar para traçar uma estratégia objetiva?

· Redes Sociais: com o Facebook Insights a empresa poderia ver o alcance de cada publicação, inclusive da marca de batom que quer vender, o nível de engajamento dos internautas (comentários, curtidas e compartilhamentos), além de obter as características do seu público e horário que mais acessam a fanpage. Mas, caso ela tivesse outra rede, como: Instagram, poderia contabilizar o número de interações e seguidores da página também.

· Site do e-commerce: é possível calcular o número de conversões, ou seja, fazer a razão entre o número de visitas em uma página e o número de visitantes que compraram no site (nesse caso, essa é a ação desejada). O número de visitas do site pode ser destrinchado em pessoas que o viram apenas uma vez e em consumidores que voltam, o que é interessante para saber se o conteúdo dele é interessante e leva para o internauta uma boa experiência.

Essas são apenas algumas métricas, de muitas, que podem ser analisadas com profundidade e, a partir dos resultados, a empresa pode alterar sua estratégia, onde queríamos chegar: a checagem de informações e dados é fundamental para novos recomeços, não deixando o ciclo do marketing digital ser automático e frustrante!

A seguir, veja outros dados que podem ser avaliados:

· ROI (Return on Investiment — Retorno sobre investimento): como o nome diz, ele mede quanto de retorno teve sobre o que investiu. Com essa métrica, é possível aumentar o tráfego de um site, trazer mais engajamento para uma fanpage e atrair mais leads. O cálculo do ROI também é simples: Retorno menos Investimento Inicial, dividido pelo investimento inicial. Mais um exemplo para facilitar: o gasto com a ação de marketing digital foi de R$600 e, a partir dela, sua marca conseguiu faturar R$1.800, então seu ROI foi 1.800–600 / 600 = 2, não reais, apenas o número 2, pois a finalidade do ROI é compará-lo com o de outro período.

· Taxa de rejeição: é o número de pessoas que entraram no seu site, mas não interagiram com ela, saindo logo em seguida. Esse índice se torna ainda mais relevante quando comparado à taxa de permanência (quanto tempo os visitantes ficam dentro do site) e à taxa de retorno (pessoas que voltaram ao seu site)

· Fontes de tráfego: as formas das pessoas chagarem ao seu site são quatro: digitar o endereço na URL, clicar no link da página em outro site, encontra-lo no Google por meio do que digitarem no buscador ou clicando em um anúncio no qual você investiu. Os números devem ser levados em consideração para equilibrá-los e atrair internautas por meio dessas quatro maneiras.

· Taxa de abertura: algumas taxas são específicas para determinadas plataformas. A taxa de abertura quantifica quantas pessoas abriram um e-mail marketing, viabilizando análise do título e até mesmo a reputação da sua empresa nesse meio, pois as pessoas não costumam abrir qualquer e-mail…

Além dessas, tem muitas outras métricas que podem render excelentes resultados e, mais do que isso, levar pessoas e empresas a atingirem suas metas sem flechas ao redor de todo o alvo, mas apenas no centro, de forma certeira e mais rapidamente. Analise seus resultados periodicamente e trace os melhores caminhos para sua empresa!