ENTREVISTA

JORGE TEIXEIRA, COORDENADOR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Jorge Teixeira coordena o bacharelado do curso de Educação Física da Unisinos, juntamente, com Cláudio Gutierrez. (Foto: Jéssica Sobreira)

Todos os alunos da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) podem participar, gratuitamente, de treinos no Centro de Esporte e Lazer, localizado na área de Educação Física, do Campus São Leopoldo. Além de praticarem atividades para se manterem em forma e cuidarem da saúde, todos os alunos — independentemente do curso — tem direito a receber 20 horas complementares. O coordenador do curso de Educação Física, Jorge Teixeira, explicou como fazer para participar desses treinos em uma entrevista exclusiva para o Unisport. Confira abaixo:

Unisport: Pode comentar um pouco sobre a Educação Física e o Centro de Esporte e Lazer.

Jorge Teixeira: Eu sou o coordenador do curso de Educação Física bacharelado juntamente com o professor Cláudio Gutierrez. Temos, no Centro de Esporte e Lazer, dois cursos de Educação Física: Bacharelado e Licenciatura. O curso de licenciatura é coordenado pelo professor Ednaldo da Silva Pereira Filho. Nós temos também 10 equipes esportivas. Esse é um espaço acadêmico, que o curso oferece para todos os universitários da Unisinos.

Unisport: Todos os universitários da Unisinos? Como funciona?

Jorge Teixeira: Todo mundo pode vir. É gratuito, não precisa pagar nada. Basta fazer a inscrição no Posto de Atendimento da Educação Física ou diretamente com o professor e/ou com o monitor. O Posto de Atendimento tem todos os horários que eles estão aqui. E, valem horas complementares também. É só dizer que quer participar, informar o nome, matrícula e vir treinar.

Unisport: É necessário participar de competições, se o aluno treinar com as equipes esportivas?

Jorge Teixeira: Cada semestre que o aluno vem treinar, ele não precisa competir. Se ele quer só aprender a jogar vôlei, aprender futebol, por exemplo, ele não precisa participar de eventos esportivos. Ele só vem e participa dos treinos. Faz parte do grupo, faz parte da equipe e, no final do semestre, tem 20 horas complementares.

Unisport: Para todos os cursos?

Jorge Teixeira: Sim, para todos os cursos. É só aparecer e ver o que fazer. Pode ser que a pessoa já tenha alguma experiência na escola, no clube ou que não tem nenhuma experiência, quer aprender, quer fazer parte daquele grupo ali. Os professores e monitores vão dar a devida atenção para que passe a se desenvolver junto com o grupo.

Unisport: Quais são as modalidades das equipes esportivas?

Jorge Teixeira: São várias equipes: atletismo masculino e feminino; basquete, apenas masculino; handebol masculino e feminino, que é uma equipe que está se reestruturando; futebol de campo masculino; futsal masculino e feminino; vôlei masculino e feminino; lutas, que é Jiu-Jitsu, Karatê e judô.

Unisport: Em quais os horários?

Jorge Teixeira: São os horários mais variados. Essencialmente antes da aula. O período noturno começa em torno de 17h-17h30 e vai até 19h-19h30 e depois da aula. Depois das 22h20, as equipes se reúnem também e passam a treinar.

Unisport: Basta o aluno interesse e vontade de participar, certo?

Jorge Teixeira: Sim, outro diferencial nosso é que estas equipes são caracterizadas essencialmente pela vontade, pelo ânimo e pela iniciativa do aluno. Se tu tiveres um grupo e quiser, assim, dizer para o professor: “Professor, eu quero jogar rugby”. Nós não tínhamos rugby, mas um grupo disse isso para nós. Eles se reuniram, montaram um grupo, treinaram um semestre. Então, percebemos que era um grupo consistente. Eles estavam com vontade, logo procuramos um professor responsável e um monitor. Eles fazem parte do nosso grupo hoje. Se quiser montar um grupo de outro esporte representativo, nós também vamos acolher. Isso é uma característica nossa.

Unisport: É só ter iniciativa…

Jorge Teixeira: Então, é iniciativa do aluno. Ele que faz sua gestão, claro com a supervisão de um professor. Além disso, a Unisinos proporciona a inscrição, pagamento da inscrição em todos os eventos universitários. Se o aluno necessitar almoçar ou jantar na disputa desse evento universitário — jogos universitários brasileiros, torneios universitários que por vez ocorrem — a Unisinos também paga a alimentação, durante o dia em que ele vai ficar lá. Então, a gente paga alimentação e inscrição.

Unisport: Interessante! É um incentivo, correto?

Jorge Teixeira: Isso. Um último avanço, que nós conseguimos, é que o aluno que treina na equipe, tem direito ao estacionamento. Claro, que não são todos os estudantes. O grupo que faz a lista, porque não temos estacionamento para todos. O grupo faz ali o seu critério, por exemplo, no futsal, três ganham estacionamento, porque não são todos que têm carro também. Então, eles vêm juntos ou eles têm direito no dia do treinamento, não paga o estacionamento.

Unisport: E as competições? Tem alguém competindo recentemente?

Jorge Teixeira: Temos duas alunas, que vão participar agora dos Jogos Universitários Brasileiros — uma na natação e a outro no salto com vara. Então, a Unisinos vai pagar a passagem para elas irem para Minas Gerais e fazerem essa disputa.

Unisport: É avaliado o rendimento de cada aluno? Como funciona?

Jorge Teixeira: Nossas equipes não equipes que nós cobramos rendimento. São equipes de participação. Cobramos o envolvimento e que se eles querem disputar, que disputem com responsabilidade. Afinal de contas, eles representam uma instituição. A Unisinos é uma Universidade séria e que busca a excelência acadêmica. Não só na área do ensino, na aprendizagem, mas também uma vez que nós temos uma equipe de representação, temos que buscar a nossa excelência também ali naquele momento. Ganhar ou perder faz parte do jogo.

Unisport: Quantos alunos participam das equipes esportivas?

Jorge Teixeira: Nós temos 200 alunos aqui que participam das equipes. Poderíamos ter mais e que bom se nós tivéssemos mais, mas tem essas questões ali que muitas vezes o aluno não sabe. O aluno lá da Engenharia, trabalha durante o dia, vem à noite para a Universidade, muitas vezes, não sabe que tem esse espaço aqui que ele pode se apropriar, que é também para ele. É uma atividade extracurricular. Se ele veio, fez a inscrição, está com o nome dele na equipe, ganha 20 horas complementares. Quer fazer atletismo, quer caminhar, quer correr, vem aí e se inscreve e ganha 20 horas complementares.

Unisport: Há parceiros? Na compra de materiais, por exemplo?

Jorge Teixeira: Não temos parcerias. Os materiais e uniforme são exclusivamente da Unisinos. A cada dois anos, renovamos todo o uniforme. É a Unisinos mesmo que proporciona essas despesas de investimento.

Unisport: Você participa de algum outro programa da Unisinos?

Jorge Teixeira: Eu participo aqui também do NEABI, que é o Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas. Eu sou negro e por ser negro, ser afro-descendente, também faço parte desse grupo que luta por reconhecimento e igualdade. Não faz parte da Educação Física, ele faz parte da Ação Social da Universidade, do Centro Jesuíta de Cidadania e Ação Social.

Unisport: Algo que queira acrescentar?

Jorge Teixeira: Estaremos participando da Copa Unisinos. Importante dizer que nós não cobramos participação na Copa Unisinos. Se o grupo achar que não quer participar, não participa. Ele pode procurar outro torneio. Já aconteceu isso. As gurias do vôlei nos falaram que não queriam participar da Copa Unisinos, que queriam jogar outro torneio. Era em Caxias do Sul, se não engano. Iriam ficar 12 dias lá em Caxias do Sul para disputar outro torneio e elas foram. Então, não tem essa cobrança: “Olha, nós somos um time, temos que ir lá, conquistar, ganhar”. Não! São os alunos que fazem a gestão e eles que têm o termômetro para saber se vão participar desse evento ou de outro. É uma gestão muito democrática pelos alunos!